Bauru

Internacional

Ataque a tiros em desfile de 4 julho nos EUA deixa pelo menos seis mortos

A informação foi confirmada pela polícia local, que também orientou os moradores a se abrigarem em locais seguros

por FolhaPress

04/07/2022 - 15h52

Pixabay

Estados Unidos: ao menos cinco pessoas morreram e outras 16 ficaram feridas durante tiroteio

Pelo menos seis pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas durante um tiroteio que interrompeu as celebrações do Dia da Independência dos Estados Unidos, comemorado nesta segunda-feira (4), na cidade de Highland Park, localizada próxima a Chicago, no estado de Illinois.

A informação foi confirmada pela polícia local, que também orientou os moradores a se abrigarem em locais seguros, já que o suspeito do crime não tinha sido preso até as 12h30 no horário local (14h30 no horário de Brasília).

O suspeito teria atirado nas pessoas de cima do telhado de um comércio local. Essa informação ainda não foi ratificada pela polícia.

A prefeita de Highland Park escreveu no Twitter que houve um "incidente" no centro da cidade e orientou a população a evitar a região. "As festas do 4 de Julho foram canceladas", complementa a publicação. "Mais informações serão compartilhadas assim que estiverem disponíveis".

O congressista democrata Brad Schneider, que representa Highland Park, afirmou que estava no começo do desfile quando os tiros começaram. Ele e a equipe estão em segurança.

"Envio minhas condolências às famílias, minhas orações aos feridos e à minha comunidade e meu comprometimento para fazer tudo que estiver ao meu alcance para nossas crianças, cidades e nossa nação ficar ainda mais segura", declarou.

Desfiles marcados em subúrbios vizinhos a Highland Park, em Evanston e Deerfield, foram cancelados.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram a correria registrada no momento em que os tiros começam a ser disparados. Algumas pessoas, inclusive crianças e adultos com carrinhos de bebê, correram no sentido contrário do desfile. Em alguns pontos, aqueles que não ouviram os tiros não entendiam a presença de carros policiais e veículos de resgate. "É um incêndio? Alguma emergência?", pergunta uma das mulheres assistindo ao desfile.

Ler matéria completa

×