Bauru e grande região

Nacional

Rebelião: grande parte das lojas do Centro fechou às 12h; Poupatempo volta a atender às 14h

24/01/2017 - 12h30

Whatsapp/Reprodução
Várias lojas do Centro fecharam durante a manhã desta terça

O assunto é um só em Bauru: a rebelião de reeducandos do antigo Instituto Penal Agrícola, atual Centro de Progressão Penitenciária(CPP) 3. Por volta de 12h, o centro da cidade tinha 60% a 70% das lojas fechadas e funcionários dispensados.

A tensão e medo predominavam entre lojistas, comerciários e clientes, todos procurando por mais informações e, principalmente, querendo saber a real dimensão dos fatos e dos boatos. Principalmente se corriam riscos de ser abordados por foragidos nas ruas.

O mesmo cenário predominava nos pontos de ônibus, lotados. O proprietário de uma banca de jornais disse ao JCnet que não se lembra de ter visto algo parecido na região central. Mas manteria seu estabelecimento aberto.

No setor público, União, Estado e Município adotaram providências de cautela e algumas unidades e serviços também fecharam. Muitos pais não enviaram os filhos às escolas.

O administração do Poupatempo em Bauru fechou a porta principal da instituição e estava atendendo pela garagem. Às 14h, o atendimento voltou ao normal.

Marcele Tonelli
A administração do Poupatempo baixou as portas principais, mas retomou o atendimento às 14h 

Leia cobertura completa na edição impressa do JC desta quarta-feira.

Veja o vídeo