Bauru e grande região

Nacional

Irã está cada vez mais fora do acordo nuclear

País dará mais um passo na redução dos compromissos assumidos no âmbito do acordo nuclear histórico de 2015

por Babak Dehghanpisheh

06/11/2019 - 06h00

Associated Press/Estadão Conteúdo

Hassan Rouhani: só cumprirá acordo se outros países fizerem o mesmo

Teerã - O Irã dará mais um passo na redução dos compromissos assumidos no âmbito do acordo nuclear histórico de 2015 injetando gás em 1.044 centrífugas de sua usina de Fordow na última quarta-feira, disse o presidente Hassan Rouhani, nesta terça-feira, em discurso transmitido ao vivo pela televisão.

"Todas as medidas que o Irã adotou para reduzir seus compromissos com o acordo são reversíveis, e o país manterá todos os seus compromissos com o pacto quando os signatários remanescentes - França, Reino Unido, Alemanha, Rússia e China--fizerem o mesmo," disse Rouhani.

"Conhecemos a sensibilidade deles com relação a Fordow. Com relação a estas centrífugas, conhecemos. Mas ao mesmo tempo, quando eles cumprirem seus compromissos, voltaremos a cortar o gás... então é possível reverter este passo", disse Rouhani. "Não podemos aceitar unilateralmente que cumpramos completamente nossos compromissos e eles não deem sequência com seus próprios compromissos".

URÂNIO

Pelos termos do acordo, a República Islâmica tem permissão de acionar as centrífugas de Fordow sem injetar gás, argumentou Rouhani.

Na segunda-feira, o Irã disse ter inaugurado uma nova leva de centrífugas avançadas para acelerar o enriquecimento de urânio.

Ler matéria completa