Bauru e grande região

Nacional

Morre no Rio de Janeiro, aos 33 anos, o músico Chico Oliveira

Ele teria sido vítima de um acidente em casa provocado por vazamento de gás

por Estadão Conteúdo

12/01/2020 - 17h59

Divulgação

Oliveira tocou em grupos e blocos como o Cordão do Boitatá, Rio Maracatu, Orquestra Itiberê, Monobloco, entre outros

O cantor, compositor, guitarrista e contrabaixista Chico Oliveira morreu sexta-feira (10), aos 33 anos, em Miguel Pereira, município ao sul do Rio de Janeiro. Ele teria sido vítima de um acidente em casa provocado por vazamento de gás, informou o jornal O Globo.

Oliveira tocou em grupos e blocos como o Cordão do Boitatá, Rio Maracatu, Orquestra Itiberê, Monobloco, Noites do Norte e Forró sem fronteiras e também era militante do PSOL. Em suas redes sociais, o Monobloco lamentou a morte de Chico.

"Chico Medeiros de Oliveira ou só Chico. Música por todos os poros. Foi Orquestra Itiberê, era forró, Noites do Norte, compositor de primeira e virou Monobloco rápido: chegou já querido por tantos! E saiu assim, sem avisar. Deixando os corações vazios de sua presença, mas cheios da sua música e das melhores memórias. Luz na caminhada".

Além do bloco carioca, o deputado federal do PSOL, Marcelo Freixo (PSOL-RJ), também publicou nota comentando a perda do músico em sua conta no Instagram. "Recebi com tristeza a notícia do falecimento do companheiro Chico Oliveira. Militante do PSOL, talentoso músico e de uma alegria contagiante, Chico nos deixa de forma tão precoce. Todo nosso carinho e força aos familiares, amigos e à Bel, sua companheira de vida e que por muitos anos esteve em nossa equipe", afirmou Freixo.

O músico foi enterrado neste domingo, 12, no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na zona sul do Rio.

Ler matéria completa