Bauru e grande região

Nacional

OMS batiza doença de Covid-19

Doença causada pelo novo coronavírus recebe o nome oficial de Covid-19, segundo resolução da ONU anunciada ontem

por Estadão Conteúdo

12/02/2020 - 06h00

Denis Balibouse/Reuters

Diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus faz o anúncio

Genebra - A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou nesta terça-feira (11) o nome que foi escolhido para a doença causada pelo novo coronavírus, que começou a se disseminar no final do ano passado na China: Covid-19.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, explicou em coletiva de imprensa que a nomenclatura foi definida seguindo diretrizes acordadas entre a OMS, a Organização Mundial da Saúde Animal e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação. O objetivo era definir um nome que não se referisse a uma localização geográfica, um animal, um indivíduo ou grupo de pessoas, e que também seja pronunciável e relacionado com a doença.

"Ter um nome é importante para impedir o uso de outros nomes que podem ser imprecisos ou estigmatizantes. Também nos fornece um formato padrão para uso em futuros surtos de coronavírus", afirmou. Na falta de um nome, alguns veículos já estavam chamando-o de "coronavírus de Wuhan", o epicentro da epidemia.

Até a manhã desta terça-feira (pelo horário local de Genebra, que está sete horas atrás do horário de Pequim), a OMS havia contabilizado o registro de 42.708 casos confirmados na China. "Tragicamente, já superamos mil mortes - 1.017 pessoas na China perderam a vida por esse vírus. A maioria dos casos e a maioria das mortes estão na província de Hubei, Wuhan", afirmou.

Fora da China, de acordo com a OMS, foram registrados mais 393 casos em 24 países, com uma morte.

VACINA

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse ainda que uma vacina contra o coronavírus pode ficar pronta em 18 meses, mas não deu detalhes sobre pesquisas clínicas. "Precisamos fazer tudo o que podemos com as armas disponíveis hoje", afirmou, em coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça. Durante a coletiva, representantes da entidade revelaram um novo nome para a doença decorrente do vírus: covid-19. "A nomeação previne o uso de outros nomes que podem ser imprecisos ou estigmatizantes. Também nos oferece um formato padronizado a ser usado em futuros surtos de coronavírus", explicou Ghebreyesus.

13 casos

O 13º caso de coronavírus nos Estados Unidos foi diagnosticado nesta segunda-feira (10) em San Diego, segundo o The Wall Street Journal. Autoridades de saúde disseram ao jornal que a vítima, uma mulher, chegou a San Diego depois de ser retirada de Wuhan, cidade chinesa onde a epidemia teve início.

Ler matéria completa