Bauru e grande região

 
Nacional

Síndrome gripal atinge mais de 15 milhões de pessoas em uma semana

Levantamento feito pelo governo conclui que 7% da população teve ao menos um dos 12 sintomas de síndrome gripal, de 7 a 13 de junho

por Estadão Conteúdo

05/07/2020 - 05h00

Fotos Públicas

Vacinação contra gripe foi prorrogada no Estado de São Paulo

Rio de Janeiro - Na segunda semana de junho, 15,6 milhões de pessoas apresentavam pelo menos um dos 12 sintomas associados a síndrome gripal investigados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Covid (Pnad Covid), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O contingente equivale a 7,4% da população do País.

REFLEXOS

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) começou, em maio a realizar a coleta de informações. Batizada de Pnad Covid, a pesquisa investigar a ocorrência da Covid-19 entre os brasileiros e os reflexos da doença no mercado de trabalho e na rede pública de atendimento à saúde.

POR TELEFONE

O levantamento está sendo feito exclusivamente por telefone, junto a 193,6 mil domicílios distribuídos em 3.364 municípios do país. Quem receber a ligação pode confirmar a identidade do entrevistador por meio do telefone 0800 721 8181

A pesquisa investiga a ocorrência de febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular.

AUMENTO

Entre as pessoas que tiveram sintomas de gripe no período de 7 a 13 de junho, cerca de 3,0 milhões (19,2% dos que tiveram sintoma) procuraram atendimento em algum estabelecimento de saúde. Mais de 85% destes atendimentos foram na rede pública de saúde.

Na semana anterior, de 31 de maio a 6 de junho, 2,8 milhões de pessoas com sintomas de gripe buscaram ajuda médica.

Ler matéria completa