Bauru e grande região

 
Nacional

Doria agradece a Bolsonaro por adiar visita ao Vale do Ribeira

Presidente, que esteve no RS reafirmou que "todos vão pegar" a doença

por Estadão Conteúdo

01/08/2020 - 05h00

São Paulo - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro por adiar a viagem presidencial ao Vale do Ribeira, prevista para a próxima semana. "Por óbvio, ele é sempre bem-vindo, mas visitar neste momento para andar de jet ski e passear de helicóptero, talvez não seja o melhor momento", afirmou o governador João Doria.

Na quinta, durante transmissão semanal ao vivo, Bolsonaro havia dito que, "pela segunda vez, vi na televisão o senhor governador de São Paulo, sua excelência João Doria - nada a ver com a minha ida lá -, mas ele iria baixar um decreto transformando por um tempo a região como área vermelha". "Vou ser obrigado, mais uma vez, a adiar minha ida", afirmou o presidente.

Doria preferiu "desejar melhoras ao presidente Jair Bolsonaro, que declarou que está com mofo no pulmão". "E desejo também melhoras à primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Desejo que ela se recupere prontamente", completou o governador.

'TODOS VÃO PEGAR'

Jair Bolsonaro (sem partido) sugeriu nesta sexta-feira (31), durante visita a Bagé, no Rio Grande do Sul, que as pessoas "enfrentem" a Covid-19 já que, segundo ele, "todos vocês vão pegar um dia". Mais de 91 mil pessoas já morreram por causa do coronavírus no País.

"Eu estou no grupo de risco. Agora, eu nunca negligenciei. ...Tem medo do quê? Enfrenta!", disse, após causar aglomeração, tirar a máscara e segurar crianças durante sua passagem pela cidade gaúcha para inaugurar uma escola cívico-militar.

"Lamento. Lamento as mortes. Morre gente todos os dias de uma série de causas. É a vida, é a vida. Minha esposa agora está [contaminada]. Depois de quase um mês que peguei o vírus, ela pegou", acrescentou Bolsonaro.

Ler matéria completa