Bauru e grande região

 
Nacional

Emmy 2020: séries para maratonar antes da premiação

A Netflix liderou entre todas as redes com um recorde de 160 indicações

por Estadão Conteúdo

04/08/2020 - 05h00

O Emmy Awards deste ano será diferente. Como tantos outros eventos, a realização da cerimônia que vai escolher as melhores das séries e da televisão também foi afetada pelo coronavírus. Os concorrentes foram anunciados na última terça (28), com grandes surpresas - veja abaixo as principais concorrenteso. A Netflix liderou entre todas as redes com um recorde de 160 indicações, seguida pela HBO, com 107. 

Watchmen (HBO) está no topo da lista. O drama distópico de super-herói lidera com 26 indicações, incluindo de melhor série limitada. A produção da HBO aborda o tema do racismo em um mundo distópico, a partir dos quadrinhos, que se passa na Guerra Fria, em que heróis mascarados investigam a morte de um agente do governo, Nixon ganhou a guerra, os carros são todos elétricos, e a identidade dos vigilantes é segredo.

Já The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon Prime) teve 20 indicações. É dos mesmos criadores de Gilmore Girls, e conta a trajetória de uma mulher que busca o sonho e quebra tabus. Na série narrada nos anos 1950, a personagem Midge busca encontrar seu lugar no mundo.

Pose (Netflix), de Ryan Murphy, desvenda o universo dos "ballrooms", os bailes com concurso de fantasia e dança que dão voz e expressão a homossexuais e pessoas trans em Nova York, em sua maioria não-brancos, nos anos 1980. O ator Billy Porter concorre mais uma vez como melhor ator em série de drama.

A Disney tem motivos para comemorar. The Mandalorian (Disney ) conta a história de um insólito caçador de recompensas que se depara com o mais novo queridinho da internet, o Baby Yoda. O boneco, inclusive, ganhou produção em série. Concorre como melhor série de drama.

The Good Place (Netflix), produção de sucesso, concorre nas categorias de melhor série de comédia, e de melhor ator de comédia, pela interpretação de Ted Danson. Com produção Michael Schur, que assinou Parks and Recreation e Brooklyn Nine-Nine, The Good Place traz com ousadia uma investigação do que significa ser uma boa pessoa.

Já Euphoria (HBO), produzida pelo cantor Drake e Zendaya no papel principal, é uma adaptação da israelense HOT, criada por Ron Leshem e Daphana Levin. Ela interpreta Rue, adolescente que acaba de sair da reabilitação. Usuária de drogas diversas, Rue não pretende permanecer 'limpa', e logo volta a frequentar festas em que tudo é liberado.

E a vencedora do Emmy Ozark (Netflix) continua no páreo. Neste ano, concorre como melhor série de drama, ator em série dramática (Jason Bateman), e atriz em série dramática (Laura Linney) A trama conta a história de Marty (Bateman), consultor financeiro que mora no subúrbio de Chicago. Ele precisa lavar US$ 500 milhões para aplacar a ira de um traficante de drogas. Por conta disso, ele arrasta a esposa, interpretada por Linney, e os filhos para os montes Ozark, um local remoto e próximo da natureza no interior do Missouri.

A premiação online dos vencedores está prevista para 20 de setembro.

Ler matéria completa