Bauru e grande região

Nacional

Caiado decreta luto em Goiás pela morte de prefeito Maguito

Político morreu após 83 dias internado com complicações da Covid-19

por FolhaPress

14/01/2021 - 05h00

Mídia social

Maguito tinha 71 anos

Goiânia - O governador Ronaldo Caiado (DEM) decretou luto oficial de três dias e defendeu a legitimidade da eleição do seu rival político, o prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), que morreu na madrugada desta quarta-feira (13) por complicações da Covid-19.

Maguito ficou internado por 83 dias, período que incluiu parte da campanha eleitoral para a prefeitura de Goiânia, o dia da eleição, sua vitória, o período de transição e o início de seu mandato.

Maguito eleito com 52,6% dos votos havia tomado posse dentro da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Israelita Albert Einstein, por meio de certificação digital. Horas depois, sua equipe solicitou licença.

 No ano passado, duas irmãs de Maguito haviam morrido por complicações da Covid-19 em um intervalo de nove dias.

Maguito foi deputado constituinte, governador de Goiás, senador, presidente nacional do MDB e prefeito de Aparecida de Goiânia. 

Ler matéria completa