Bauru e grande região

Nacional

Capitão Augusto oficializa candidatura à presidência da Câmara

Deputado federal acredita que, com voto secreto, poderá chegar ao 2º turno

23/01/2021 - 05h00

Luiz Macedo/Câmara dos Deputados

Capitão Augusto diz estar ciente de que terá concorrentes fortes

Brasília - O deputado federal Capitão Augusto (PL-SP) oficializou, nesta sexta-feira (22), a candidatura à presidência da Câmara dos Deputados. Com o objetivo de endurecer a legislação penal e correndo por fora, o parlamentar espera ter um bom resultado na eleição da Casa, que ocorre presencialmente no próximo dia 1 de fevereiro, com voto secreto.

Ciente de que vai enfrentar dois fortes concorrentes à presidência da Casa - Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e Baleia Rossi (MDB-SP), apoiado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) -, o deputado aposta no voto secreto para "correr por fora. "O voto é secreto, assim os deputados podem votar com a consciência e descontar as mágoas que possam ter de um ou outro", disse Capitão Augusto.

O deputado, que é o presidente da Frente Parlamentar da Segurança, afirmou que a prioridade será o combate à criminalidade e à corrupção. Ele pretende pautar a prisão após segunda instância - que está parada na Casa -, assim como acabar com o juiz de garantias.

BAURU E REGIÃO

Oriundo de Ourinhos e eleito pela região com mais de 242 mil votos, Capitão Augusto mudou seu domicílio eleitoral para Bauru em 2019. A articulação do congressista já acontecia desde o final do ano passado. Com nove postulantes, ele acredita que o jogo está completamente aberto. "Existe a possibilidade de eu conseguir ir para o segundo turno. O voto é secreto e temos quase 300 novos deputados, ficando impossível prever qualquer resultado", afirmou em nota à imprensa.

A ministra Rosa Weber, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e responsável pelo plantão judicial até fevereiro, negou nesta quinta-feira (21) um pedido de liminar (decisão provisória) para garantir a votação remota na eleição para a presidência da Câmara.

A disputa para a presidência da Câmara tem, até o momento, nove candidatos. Os que mais receberam apoio declarado de partidos são Arthur Lira (PP-AL) e Baleia Rossi (MDB-SP). Os demais são, além de Capitão Augusto, Alexandre Frota (PSDB-SP), André Janones (Avante-MG), Fábio Ramalho (MDB-MG), General Peternelli (PSL-SP), Luiza Erundina (Psol-SP) e Marcel Van Hattem (Novo-RS).

Ler matéria completa