Bauru

Nacional

Anvisa autoriza o início de testes em seres humanos da Butanvac

Imunizante não utiliza insumos importados e 7 milhões de doses estão prontas

por Estadão Conteúdo

10/06/2021 - 05h00

Reprodução/Butantan

A vacina usa vírus de gripe aviária sem risco para humanos

São Paulo - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta quarta-feira (9) o início da pesquisa clínica da vacina Butanvac, contra a Covid-19. Antes de realizar a aplicação experimental do fármaco, o Instituto Butantan deve apresentar algumas informações complementares sobre os testes em andamento. Após a entrega dos dados, a entidade fica autorizada a administrar doses da vacina em voluntários das fases 1 e 2 da pesquisa clínica. O Instituto já produziu 7 milhões de doses enquanto aguardava a autorização.

A Butanvac é desenvolvida com pesquisa de instituto norte-americano e não utiliza insumos importados, sendo produzida integralmente no Brasil e é capaz de neutralizar a variante brasileira P.1, a partir de estudos com a gripe aviária.

Segundo a Anvisa, 400 pessoas com mais de 18 anos devem participar da primeira etapa do estudo. Já nas demais, há expectativa que 6 mil voluntários recebam a vacina. A administração da Butanvac, em duas doses com intervalo de 28 dias, acontecerá no Hospital das Clínicas (FMUSP) na capital e no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Ler matéria completa