Bauru

Nacional

'Fake news faz parte da nossa vida', diz Jair Bolsonaro

por Agência Brasil

15/09/2021 - 05h00

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (14) que a liberdade de opinião no Brasil "tem defeitos", mas deve ser preservada. Ele participou, no Palácio do Planalto, da cerimônia de entrega do Prêmio Marechal Rondon, distinção do Ministério das Comunicações que reconhece o trabalho de pessoas e instituições para o setor, ao lado do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Diversos ministros, parlamentares e auxiliares do governo federal foram agraciados. 

A cerimônia foi antes de Pacheco devolver a MP das fake news e o Jair Bolsonaro afirmou, nesta terça-feira, o porquê de achar que a disseminação das chamadas "fake news" não deve ser regulamentada no País.

"Fake news faz parte da nossa vida. Quem nunca contou uma mentirinha para a namorada?", questionou o chefe do Planalto durante a solenidade de entrega do Prêmio Marechal Rondon de Comunicações. "Não precisamos regular isso aí, deixemos o povo à vontade", acrescentou.

Na avaliação de Bolsonaro, fake news, para ele, é quase como um apelido. "Se eu colocar um apelido no ministro da Saúde, Marcelo Queiroga e ele ficar chateado, vai pegar o apelido", disse o presidente.

"A nossa liberdade de imprensa, com todos os seus defeitos, tem que persistir. Com todos os seus defeitos, é melhor ela falando do que calada", afirmou Bolsonaro durante discurso na solenidade. O presidente não deu detalhes sobre o que considera como defeitos dessa liberdade, mas lembrou que é um dos maiores alvos de ataques na internet atualmente. 

"Se for levar em conta o que se fala do presidente nas mídias sociais, eu duvido quem apanha mais do que eu, mas em nenhum momento eu recorri ao Judiciário para tentar reparar isso", disse.

Ler matéria completa

×