Bauru

Nacional

Seis corpos são resgatados no Pantanal

Bombeiros continuam busca por desaparecido de naufrágio no Rio Paraguai; quatro dos mortos eram da mesma família

por Estadão Conteúdo

17/10/2021 - 05h00

Fotos: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Até a tarde de ontem, nas buscas, 14 pessoas foram resgatadas vivas, seis corpos encontrados e um turista segue desaparecido

Corumbá - Após  um barco-hotel turístico com 21 passageiros naufragrar nesta sexta no Rio Paraguai, próximo a Corumbá (MS), a polícia começou a resgatar corpos de vítimas do acidente, causado por um vendaval que atingiu diversas cidades do Pantanal sul-mato-grossense. Até a tarde de ontem (16), 14 pessoas foram resgatadas, seis corpos foram encontrados e um segue desaparecido.

Um dos sobreviventes disse ao Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul que sete vítimas no total ficaram submersas. Duas delas foram achadas ainda na sexta e quatro na manhã deste sábado (16). Os ventos que adernaram o barco chegaram a atingir 50 quilômetros por hora. O barco estava levando turistas, em sua maioria, de acordo com o Corpo de Bombeiros. No momento do acidente, o grupo estava se dirigindo ao Porto Geral de Corumbá, que fica a 10 quilômetros do local do acidente.

FAMILIARES

Os outros ocupantes resgatados com vida eram turistas de Rio Verde, no interior de Goiás, e de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Das seis vítimas, cinco moravam em Rio Verde - quatro são da mesma família, entre eles dois irmãos de mais de 60 anos, empresários e políticos da cidade. Geraldo Alves, uma das vítimas, foi vereador de Rio Verde, em Goiás, presidente do sindicato rural da cidade e integrava a loja maçônica local. O genro e o neto dele, Fernando Gomes de Oliveira e Thiago Souza Gomes, respectivamente, também morreram no acidente, além do irmão do ex-vereador, Olímpio Alves de Souza. Um amigo do grupo, Fernando Rodrigues Leão, é outra das vítimas.

Ventanias e nuvens de poeira atingiram diversas cidades de MS naquela tarde, provocando estragos. Além de Corumbá, houve registro de vendaval em Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Sidrolândia, Aquidauana e Nova Alvorada do Sul.

Um vídeo gravado por pessoas que passavam de barco pelo local mostra uma grande nuvem de poeira sobre o rio. Outro mostra parte dos passageiros sobre a embarcação, de nome Carcará, revirado na água, aguardando resgate. 

A tempestade que causou o naufrágio também fez outros estragos, com acidentes registrados em diferentes áreas do Estado.

Ler matéria completa

×