Bauru e grande região

Polícia

Dois são multados em R$ 20  mil por crimes ambientais

Polícia Ambiental flagrou galos e coleirinhos em situação de maus-tratos; animais foram apreendidos

14/07/2015 - 17h35

PM/Divulgação
As gaiolas estava sujas, com fezes e sem alimentação

Na manhã desta terça-feira (14), uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Bauru autuou dois homens por maus-tratos e por manter animais em cativeiro sem autorização ambiental no Jardim Mary.

Policiais foram fiscalizar uma denúncia de desmatamento no local, mas acabaram encontrando dois galos e quatro pássaros coleirinhos-papa-capim em situação de maus-tratos e sem autorização para manutenção em cativeiro (os coleirinhos são aves silvestres). Os animais estavam em gaiolas sujas, com fezes, sem alimentação, sem água e em espaço inadequado.

Um homem de 49, que se apresentou como dono dos galos, recebeu auto de infração ambiental no valor de R$ 6.000,00. O outro, de 19 anos, que era dono dos pássaros silvestres, recebeu duas autuações, uma no valor de R$ 12.000,00 pelos maus-tratos e outra de R$ 2.000,00 pela manutenção das aves em cativeiro sem autorização ambiental.

Um veterinário compareceu no local voluntariamente e confirmou a situação dos maus-tratos nos animais. Por tratar-se de crime ambiental, ambos foram conduzidos à Central de Polícia Judiciária de Bauru e autuados em flagrante. Após registro de boletim de ocorrência, foram liberados e responderão processo criminal em liberdade. Os animais foram apreendidos e serão encaminhados ao Centro de Medicina e Pesquisa em animais selvagens de Botucatu.
Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela Polícia Ambiental.

A Polícia Militar Ambiental lembra que a prática de maus tratos é tipificada como crime previsto no artigo 32 da Lei 9605/1998 (Lei de Crimes Ambientais) em todo território nacional, sendo apenado com detenção de três meses a um ano, além de multa administrativa com base na Resolução SMA 48/2014, no valor de R$ 3.000,00, podendo ser dobrada caso haja morte durante os maus tratos.