Bauru e grande região

Polícia

Jovem agride namorada por achar que motorista de aplicativo era amante

Ele não acreditou que a jovem havia feito uma corrida até sua casa em um carro 'desconhecido'

20/05/2019 - 07h00

Uma jovem de 22 anos foi agredida na madrugada desse domingo (19), no Jardim Redentor, em Bauru, após chegar na casa do namorado, de 26 anos, em um carro, cujo motorista presta serviço por aplicativo. Segundo a versão dela, ele não acreditou que o condutor do veículo era um prestador de serviço.

A vítima contou à polícia que usou o serviço do aplicativo após deixar seu trabalho e, quando chegou na casa do namorado, com ciúmes, ele passou a lhe agredir com socos e chutes, derrubando-a no chão.

A jovem diz que chegou a levar um golpe conhecido como "mata-leão" e que foi ameaçada de morte. Para fugir das agressões, ela parou na frente de um carro que passava no local e pediu socorro ao motorista, que a levou até uma base da Polícia Militar (PM) na região.

Na sequência, a vítima foi conduzida ao plantão policial, onde foi registrado um boletim de ocorrência por violência doméstica, ameaça e lesão corporal.