Bauru e grande região

Polícia

Homem que atacou pedreiro passa por avaliação mental

Indivíduo cometeu tentativa de homicídio no último dia 29, em Bauru

por Bruno Freitas

04/06/2019 - 13h50

Bruno Freitas/arquivo JC
Acusado de tentativa de homicídio relatou história confusa, sobre um suposto caso de abuso contra criança, no qual a polícia não tem registro e o agressor não soube indicar quem seria

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Bauru identificou, nessa terça-feira (4), o autor da tentativa de assassinato contra um pedreiro de 57 anos. Conforme o JC noticiou, o crime ocorreu durante a madrugada do último dia 29, quando a vítima foi esfaqueada no portão de sua casa, no Fortunato Rocha Lima.

De acordo com o delegado da DIG Giuliano Travain, o autor das facadas que atingiram várias vezes o tórax da vítima é um homem de 57 anos, aposentado por invalidez, por motivos psicológicos. Apenas as iniciais A.J.S. foram divulgadas pela polícia.

Segundo Travain, uma equipe policial foi até a casa do acusado, mas ele estava escondido em um sítio na zona rural de Bauru. Os policiais retornaram para a delegacia e, quando iriam se dirigir até a propriedade, o homem se apresentou com um advogado e um familiar na Polícia Civil.

SUPOSTO ABUSO

Ainda de acordo com a DIG, a investigação apurou que o agressor fez uso de bebida alcoólica e de drogas no dia do crime e que procurou o pedreiro para tirar satisfações sobre um suposto caso de abuso contra uma criança de 8 anos. O aposentado, porém, não soube indicar quem seria a vítima do abuso e a polícia também não tem registro deste crime relatado pelo agressor e nem mesmo denúncias que tenham sido feitas recentemente.

"O acusado será submetido a exames de sanidade mental e, se for considerado inimputável pela Justiça, deverá cumprir medida de segurança, uma internação judicial", disse o delegado.

A VÍTIMA

Na madrugada em que foi esfaqueado, o pedreiro foi levado ao Pronto-Socorro Central (PSC) e transferido para o Hospital de Base, onde passou por cirurgia e permanecia até então internado, segundo consta no boletim de ocorrência (BO). O estado de saúde atual da vítima não foi revelado.