Bauru e grande região

Polícia

Bauru tem dois homicídios em 24h

Homem foi esfaqueado na madrugada de segunda e morreu horas depois; corpo de mulher foi encontrado na manhã de domingo

por Tisa Moraes

06/08/2019 - 06h00

Divulgação

Mulher foi encontrada morta no Núcleo Fortunato Rocha Lima

Em 24 horas, dois homicídios foram registrados em Bauru. O último deles ocorreu na madrugada desta segunda-feira (5), quando um homem de 39 anos foi esfaqueado. Já na madrugada de domingo (4), o corpo de uma mulher de 51 anos foi encontrado com várias perfurações, possivelmente resultantes também de golpes de faca.

O crime mais recente ocorreu na quadra 16 da rua Santo Antônio, na Vila Camargo, próximo ao Jardim Bela Vista. Segundo o registrado em boletim de ocorrência, Jefferson Henrique Sabino Nogueira foi esfaqueado por volta das 4h20, por uma pessoa identificada pela própria vítima somente pelo apelido "Zé".

Com um ferimento grave no abdômen, ele não conseguiu fornecer mais detalhes sobre o crime. O homem foi socorrido e encaminhado pelo Samu ao Pronto-Socorro Central (PSC), sendo transferido em seguida para o Hospital de Base.

A vítima chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu às 11h50 do mesmo dia. O corpo foi encaminhado para exame necroscópico no Instituto Médico Legal (IML).

O titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Cledson Nascimento, informou que as investigações serão iniciadas nesta terça-feira (6), quando familiares e eventuais testemunhas serão procuradas e ouvidas na tentativa de desvendar a motivação e a autoria do homicídio.

OUTRO CASO

A DIG também investiga o assassinato de Sueli de Fátima Alves, encontrada morta em frente à sua residência, no Núcleo Fortunato Rocha Lima, na manhã deste domingo (4). O corpo apresentava sete perfurações, sendo cinco no abdômen, uma próxima ao coração e outra na região do cotovelo. Também havia uma lesão profunda no pescoço, típica de degolamento.

O crime ocorreu na quadra 5 da rua Preciosa Souto de Anchieta. Conforme apurou a Polícia Civil, a vítima era dependente química e morava sozinha. Durante a madrugada, ela teria permanecido na companhia de moradores de uma favela próxima, mas as circunstâncias do homicídio ainda não foram esclarecidas.

A cerca de 50 metros do corpo, próximo à via de acesso à favela, os policiais encontraram um par de chinelos da vítima e uma sacola com pertences da mulher.

Ler matéria completa