Bauru e grande região

Polícia

Região concentra 75% da droga apreendida nas rodovias do Estado

Dado foi divulgado no aniversário do 2.º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária

por RAFAEL DE PAULA

07/08/2019 - 05h52

Malavolta Jr.

Em julho, cocaína avaliada em mais de R$ 7 mi foi apreendida

A quantidade de apreensões de drogas nas rodovias de Bauru e região chama a atenção. O 2.º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (2.º BPRv), que tem sede na cidade e fiscaliza mais de 4,5 mil quilômetros de pistas, foi responsável por 75% de toda a droga apreendida nas rodovias do Estado. O dado é referente ao ano passado e foi divulgado durante a comemoração do aniversário de 42 anos do Batalhão (leia mais abaixo), realizada na tarde desta segunda-feira (5) pelo Comando Geral.

Neste ano, a unidade, responsável pela cobertura de 185 municípios, apreendeu 30 toneladas de drogas, que resultaram na prisão de 500 pessoas ligadas ao crime. "São milhares de vidas salvas pela ação dos policiais, que entregam suas próprias vidas para poder proteger nossa comunidade, fiscalizando o trânsito e combatendo a criminalidade", destaca o comandante do 2.º Batalhão, o tenente-coronel Adriano Aranão.

ROTAS DO TRÁFICO

O Batalhão é a responsável por fiscalizar uma região que compreende duas importantes rotas do tráfico, a Raposo Tavares (SP-270), caminho de entorpecentes que entram pelo Paraguai, e a Marechal Rondon (SP-300), que absorve o escoamento vindo da Bolívia.

De acordo com Aranão, esse trabalho na região resulta, inclusive, na redução da criminalidade em cidades maiores, como na Capital. "A droga que está indo para os grandes centros é a mola propulsora do crime. Ela está envolvida com os crimes violentos, as brigas, as lesões, roubos e furtos", reforça o comandante.

HONRARIAS

Nesse trabalho de combate à criminalidade, Adriano Aranão reitera a atuação dos policiais. E, durante as comemorações desta semana, foram distribuídas seis láureas de mérito pessoal, 36 medalhas "Valor Policial Militar" e outras 155 "Challenge Coins", que são moedas militares para simbolizar o respeito e reconhecimento.

As homenagens foram direcionadas aos policiais de destaque da corporação, aos comandantes reformados e a outras pessoas ligadas à unidade.

 

'É uma profissão bastante difícil'

Vinicius Bomfim

Hoje deputado federal, Capitão Augusto passou pelo 2.º Batalhão da Polícia Rodoviária em 1989

A comemoração do aniversário nesta semana reuniu diversos prefeitos da região e outros representantes da sociedade civil.

O evento contou com a presença também do deputado federal Capitão Augusto (PL). O parlamentar, inclusive, passou pelo 2.º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária em 1989.

"Os números e as estatísticas de apreensão de drogas são excepcionais. É uma profissão bastante difícil e estar aqui, prestigiando os policiais, é uma satisfação imensa", diz o deputado.

Mais veículos, menos mortes

A comemoração de aniversário do 2.º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária contou com a presença do Alto Comando do policiamento das estradas paulistas, representado pelo coronel Lourival da Silva Júnior, comandante geral da Polícia Rodoviária do Estado. Em seu discurso, ele traçou um panorama dos últimos 20 anos, que apresentou aumento de 161% no número de veículos em circulação no Estado.

Em contrapartida, a quantidade de vítimas fatais nas rodovias paulistas caiu 43% no mesmo período, de acordo com o coronel. "A valorização dos policias é a base do nosso trabalho. Nosso compromisso é levar sempre mais segurança para as cidades, as ruas e os bairros dos 645 municípios do Estado", reforça Lourival da Silva.

Ler matéria completa