Bauru e grande região

Polícia

'Tribunal do Crime': acusado é preso

Policiais civis da DIG apontam que Lucas Las, o 'Cemitério', era o responsável por cumprir ordens de facção nas ruas

06/09/2019 - 06h00

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Bauru, prendeu, nesta quinta-feira (5), um homem de 33 anos foragido da Justiça e, que, segundo as apurações das equipes, era o responsável por executar os "Tribunais do Crime" na cidade. Cartas com ordens para homicídios e outros crimes foram apreendidas com o acusado.

Segundo a polícia, Lucas Cardoso Las, conhecido como "Irmão Cemitério" e que integra uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios paulistas, havia "sequestrado" um outro membro da organização para executá-lo, por motivos ainda desconhecidos.

As informações obtidas pelas equipes da DIG davam conta de que a vítima, após ser mantida em cárcere privado, fora solta. Contudo, havia novas ordens da facção para sua recondução.

"Identificamos um imóvel no Parque City em que Lucas Cardoso Las, o 'Cemitério', poderia estar escondido. Fizemos a incursão e o localizamos. Ele é bastante conhecido nos meios policiais e tinha evadido do CPP de Jardinópolis desde 19 de agosto, onde cumpria pena de 24 anos de reclusão", destaca o titular da DIG, Cledson Nascimento.

O delegado ainda relata que havia prendido "Cemitério" em 2012 em Londrina, para onde ele fugiu após praticar um assalto em Bauru. "É um indivíduo de alta periculosidade. As investigações apontam que ele atuava como 'jet', que é o integrante incumbido de executar as ordens do comando na rua", complementa.

CORRESPONDÊNCIAS

Em sua posse, a DIG ainda encontrou um telefone celular e várias cartas enviadas por integrantes da facção, algumas com ordens para homicídios e recebimento de armas e tráfico. Os objetos foram apreendidos para encaminhamento à perícia.

Após inquirido e submetido ao exame de corpo de delito, Lucas Cardoso Las seria encaminhado para uma unidade prisional.

Ler matéria completa