Bauru e grande região

Polícia

Bauru tem primeiro homicídio do ano

Homem morto com um tiro no peito por bandidos em um carro branco no Bauru 16 é a primeira vítima de 2020

por Marcele Tonelli

10/01/2020 - 05h02

WhatasApp/Reprodução

Renato Silva Lima tinha 38 anos

Bauru registrou no final da noite da última quarta-feira (8) o primeiro homicídio de 2020. A vítima é um homem, Renato Silva Lima, 38 anos, conhecido por Torto, e que tinha passagens pela polícia. Ele foi morto com um tiro na região do peito, por volta das 21h, na rua Hermínia Semenzato Gonçalves, no Núcleo Habitacional Edson Francisco da Silva, na região do Bauru 16. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) apura as circunstâncias do crime e não descarta que o assassinato possa ter ligação com o tráfico de drogas.

"Testemunhas no local comentaram sobre possível dívida com o tráfico, mas não é possível afirmar nada, tudo será investigado ainda. Estamos ouvindo testemunhas e colhendo pistas para tentar chegar aos autores", ressalta o delegado Giuliano Travain, adjunto da DIG.

De acordo com boletim de ocorrência (BO), a informação sobre o baleado chegou à Polícia Civil quando o socorro ainda era prestado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A equipe médica constatou o óbito no local e policiais DIG, junto ao delegado Travain, compareceram por lá para iniciarem as investigações.

A Polícia Militar realizou os atendimentos iniciais e foi alertada, por meio de testemunhas, que os tiros teriam saído de um veículo de cor branca, que parou ao lado da motocicleta de Renato, uma Honda/CG 150 Titan azul. Um dos tiros acertou o retrovisor esquerdo da moto e o outro o mamilo da vítima, que foi ao chão com a moto sobre seu corpo. O veículo foi retirado para a prestação do socorro.

O celular da vítima foi recolhido pela equipe e deve auxiliar nas investigações.

Renato teria passagens policiais por porte de arma, tráfico e chegou a ser investigado por possível envolvimento em um homicídio ocorrido em uma festa, em 2016, no Jardim Rosa Branca.

A Polícia Científica também compareceu ao local para perícia técnica. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame necroscópico.

A motocicleta foi entregue a familiares.

 

Morte suspeita

A Polícia Civil de Bauru investiga ainda outro possível assassinato neste início de ano, registrado como morte suspeita. Trata-se do corpo de uma mulher encontrado em estado de decomposição na rua Joaquim Pelegrina Lopes, região do Núcleo Habitacional Fortunato Rocha Lima, na manhã da última terça-feira (7). O corpo apresentava ferimentos perfurocortantes na nuca, nas mãos e no peito, que podem ter sido causados por uma faca, mas a polícia aguarda o resultado do laudo necroscópico para confirmar.

Em outro caso, homem é esfaqueado por colega de trabalho

Um homem de 36 anos está internado em estado grave após ter sido esfaqueado por um colega de trabalho, de 54 anos, na manhã desta quinta-feira (9). O crime ocorreu na rua Presidente Kennedy, no Centro, em Bauru.

O suspeito, que seria usuário de drogas, segundo consta em Boletim de Ocorrência (BO), seria responsável por vigiar um imóvel, na rua Presidente Kennedy,  e os veículos que lá ficam durante a madrugada. Porém, ele teria utilizado dois destes carros para ir até a residência da mãe, sem a autorização do dono do estabelecimento.

Na manhã desta quinta (9), por volta das 9h, o dono chegou na empresa e teria constatado que um dos veículos estaria danificado e questionou o homem, que tentou fugir de bicicleta. Um outro funcionário que estava presente, ao tentar impedir a fuga, teria recebido uma facada no tórax, desferida pelo suspeito.

A vítima, de 36 anos, foi socorrida e encaminhada ao Pronto-Socorro Central onde, até o fechamento desta edição, seguia internada em estado grave, aguardando transferência para o Hospital de Base. Ainda segundo o BO, a faca foi apreendida e o autor, identificado como N.A.S. preso. Ele, que já tem passagem por tráfico de drogas e homicídio doloso, deve responder por tentativa de homicídio, furto qualificado e dano.

Ler matéria completa