Bauru e grande região

 
Polícia

Acidente na Rondon provoca três mortes e deixa um ferido grave

Colisão envolveu duas carretas e dois carros, em trecho entre Bauru e Agudos

por Larissa Bastos, Estágio Sob Supervisão

25/06/2020 - 05h00

Fotos: Aceituno Jr.

Classic, onde estavam as duas vítimas fatais, ficou destruído

Três pessoas morreram e outra ficou gravemente ferida em um acidente envolvendo duas carretas e dois carros, na altura do quilômetro 333 da rodovia Marechal Rondon (SP-300), entre Bauru e Agudos, no início da noite desta quarta-feira (24). 

De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária, por volta das 18h, o motorista de uma carreta Volvo FH, com placas de Araçatuba e carregado com celulose, que seguia no sentido Bauru-Agudos, por motivos a serem esclarecidos, teria batido na traseira de um outro caminhão Volvo, com placas de Três Barras, SC, que vinha logo à frente, carregado com toras de eucalipto.

Com o choque, o motorista da carreta que vinha atrás teria perdido o controle da direção, atravessando o canteiro central e invadindo a pista contrária, onde colidiu frontalmente com um Volkswagen Up!, com placas de São Manuel. Nesse carro, havia dois ocupantes, que foram socorridos em estado grave.

Em seguida, a carreta teria atingido transversalmente um Chevrolet Classic, com placas de Santo Antônio da Platina (PR), onde estavam dois homens, motorista e passageiro, Daniel Inácio Santana, de 30 anos, e Francisco Reinaldo Cunha, de 47 anos, que não resistiram aos ferimentos e morreram no local.  

Os dois carros ficaram completamente destruídos. As vítimas graves foram encaminhadas ao PS Central, em Bauru. No entanto, na manhã desta quinta-feira (25), Natalina de Jesus Coleoni, 59 anos, que fora socorrida, morreu no Hospital de Base, para onde foi transferida. Os motoristas dos caminhões não tiveram ferimentos.

A Polícia Técnico-Científica esteve no local e realizou a perícia. A Polícia Civil vai investigar as causas do acidente.

Prestaram atendimento equipes da Polícia Militar Rodoviária, do Resgate do Corpo de Bombeiros, do Samu e da concessionária responsável pelo trecho, a Rodovias do Tietê.

Ler matéria completa