Bauru e grande região

Polícia

Preso autor de facadas que mataram homem em briga

Acusado alegou legítima defesa; confusão generalizada ocorreu na última sexta

por Larissa Bastos

08/01/2021 - 05h00

Imagem ilustrativa

Golpes atingiram homem no abdômen, em uma das mãos e nas costas; ele morreu no último sábado (2) no HB

Foi preso, nesta quinta-feira (7), um homem de 30 anos, identificado pela Polícia Civil, por meio da 3.ª Delegacia de Homicídios da Deic, como o autor das facadas que provocaram a morte de um rapaz de 29 anos, durante uma briga generalizada. Na ocasião, duas pessoas morreram. A ocorrência foi registrada na última sexta (1), na quadra 1 da rua Benedito Campos Pacheco, no Jardim Prudência, em Bauru. O acusado se apresentou voluntariamente na delegacia, acompanhado de um advogado, e alegou legítima defesa.

De acordo com o delegado Cledson Nascimento, o indiciado relatou em depoimento que, por motivos a serem confirmados pela polícia, havia se desentendido com um grupo de homens que estava reunido em frente ao condomínio onde mora. Porém, como ele precisava deixar o local, armou-se de uma faca para se defender.

O acusado disse que, ao tentar passar pelo grupo, notou que um rapaz estava armado com um revólver e, por isso, desferiu facadas contra ele.

Os golpes atingiram o desafeto no abdômen, em uma das mãos e nas costas. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no último sábado (2), no Hospital de Base (HB).

Após prestar depoimento, o acusado teve a prisão temporária decretada e foi encaminhado à Cadeia Pública de Avaí. Ele é investigado por homicídio doloso.

Identificado autor de disparo

Ainda segundo Cledson Nascimento, o responsável pelo disparo que matou, na mesma confusão, o ajudante de pintor, de 37 anos, também foi identificado. O jovem, de 18 anos, já prestou depoimento e responde por homicídio culposo em liberdade.

Conforme o JC noticiou, consta no boletim de ocorrência (BO) que, no meio da briga, o esfaqueado entregou o revólver que segurava ao jovem, momento que ele efetuou o disparo acidental que atingiu a virilha do ajudante de pintor. O baleado ficou internado no Hospital de Base (HB), mas morreu nesta terça-feira (5).

A faca foi apreendida no dia dos fatos, mas o revólver ainda não foi localizado pela polícia.

Ler matéria completa