Bauru e grande região

Polícia

Homem é morto ao defender vizinha

Servente de 35 anos socorreu mulher que pedia ajuda por conta de agressões do marido e acabou levando facada no peito

por Marcele Tonelli

30/03/2021 - 05h00

Reprodução

Vítima já estava morta quando polícia chegou

Um homem de 35 anos morreu com golpe de faca, na noite do último domingo (28), em Bauru. De acordo com relatos de testemunhas à polícia, Anderson Fernando Polycarpo, que trabalhava como servente e era morador do Parque Roosevelt, foi morto após tentar defender sua vizinha de agressões do marido. O acusado fugiu e não havia informações sobre a prisão dele até o fechamento desta edição.

O fato escancara uma realidade alertada pelo JC em manchete publicada na edição do último domingo (28). Na ocasião, a reportagem mostrou que, muito por conta de todo o contexto trazido pela pandemia, as pessoas estão cada vez mais com os 'nervos à flor da pele'. Com isso, as desinteligências, a maioria envolvendo atritos entre familiares ou vizinhos, passaram a preocupar ainda mais as autoridades. 

PEDIDO DE SOCORRO

Em depoimento à polícia, a esposa de Anderson relatou que uma vizinha se dirigiu à sua casa com pedido de socorro, por volta das 22h, mas seu marido a perseguiu até lá.

No imóvel, ainda de acordo com os relatos, o suspeito tentou prosseguir com as agressões contra a mulher, mas foi contido por Anderson, que entrou em luta corporal com o homem, dizendo que, "ele não iria agredir mulher e criança ali".

Após ser impedido, o agressor saiu da casa, mas, em pouco tempo, retornou com outros dois colegas. O servente, então, foi chamado na frente da casa. 

Ao sair, ele percebeu que o suspeito estava com a mão sob a camisa, insinuando estar armado. A vítima, então, correu, mas, após alguns quarteirões, foi alcançada e esfaqueada.

Anderson foi encontrado pela polícia já sem vida, com marca de facada no peito.

O Samu foi acionado, mas apenas atestou o óbito da vítima no local. A Polícia Militar interditou a cena do crime até a chegada da Polícia Civil, que realizou perícia técnica.  O caso segue em investigação.

Corpo encontrado

Na última sexta-feira (26), mais um homicídio foi registrado. As polícias Militar e Civil foram acionadas após um corpo em estado avançado de decomposição ser encontrado com uma perfuração na cabeça, em um pasto, pelo funcionário de uma fazenda, que fica às margens da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), a Bauru-Marília, na altura do quilômetro 351.  

À polícia, o homem contou ter notado algo estranho, após ver os cavalos desviando do trecho. A vítima, do sexo masculino, usava um tênis azul. Ela estava em decúbito dorsal e, além da perfuração, apresentava mandíbula quebrada. Ao lado do corpo, havia uma embalagem de bebida alcoólica vazia e um cachimbo. A área também possuía vestígios de queimada.

Ler matéria completa