Bauru

Polícia

Homem é preso por estupro, cárcere, sequestro e tentativa de homicídio

Ao tentar ajudar a prima, que seria mantida presa e estuprada por ex-namorado, rapaz de 27 anos acabou esfaqueado

por Marcele Tonelli

29/06/2021 - 05h00

Aceituno Jr./JC Imagens

Delegado Luiz Cláudio Massa investiga o caso, apesar da prisão

Um estoquista de 33 anos foi preso em flagrante, na manhã desta segunda-feira (28), em Bauru, acusado de tentativa de homicídio, estupro, sequestro e cárcere privado. Os crimes foram descobertos pela polícia após um ajudante de pedreiro de 27 anos, vítima da tentativa de homicídio, ser socorrido em estado grave no Pronto Socorro Central (PSC), ainda na madrugada desta segunda. Ele tinha ferimentos provocados por três golpes de faca, sendo que um deles perfurou seus pulmões. O rapaz seguia internado, até o fechamento desta edição.

Ocorre que, em rápida conversa com os policiais militares no hospital, o ajudante de pedreiro contou ter sido esfaqueado em uma casa que ficaria nas imediações do Jardim Godoy, ao tentar ajudar sua prima, de 26 anos, que viria sendo mantida em cárcere pelo ex-namorado, frequentador da residência em questão.

A partir do relato, os militares se dirigiram para o endereço onde o crime ocorreu, mas encontraram apenas outro homem que reside no local. O morador acabou confirmando alguns fatos aos PMs que, com a identificação do acusado, se dirigiram até a casa do estoquista, que fica na região da Vila Antárctica.

CÁRCERE

Foi neste segundo endereço que a PM encontrou a jovem de 26 anos, que estava trancada sozinha dentro do imóvel. Os policiais, então, arrombaram a janela da casa para que a moça saísse. Em depoimento, a jovem teria confirmado que estava há pelo menos dois dias sob a custódia do acusado contra sua vontade. E que, na noite do crime, ela teria sido levada para o outro endereço no Jardim Godoy, onde o primo foi falar com ela e acabou esfaqueado.

Ainda na madrugada de segunda (28), a mulher teria sido arrastada pelos cabelos de volta para a casa do ex-namorado. Os PMs apreenderam no local também a faca do crime cometido contra o primo dela.

"A vítima e o autor tiveram um relacionamento no passado, mas tinham rompido. Porém, se encontraram de novo e ela teria sido mantida sob a custódia dele desde então. Além do cárcere, estupros dele contra ela são averiguados", explica o delegado Luiz Cláudio Massa.

PRISÃO

O estoquista foi localizado ainda nesta segunda, na quadra 8 da rua Alves Seabra. De acordo com o boletim de ocorrência, ele tentou correr para fugir da PM, mas foi alcançado.

Em depoimento, ele teria negado o cárcere e o estupro, mas admitido esfaquear o rapaz, alegando legítima defesa. "Disse que levou um soco ao tentar proteger a jovem de ser molestada pelo primo, mas a lesão que ele mostrou, pelo que tudo indica, é antiga. E as informações sobre o crime foram confirmadas por outras pessoas" , pontua o delegado.

O acusado, que já possui passagem por latrocínio, foi encaminhado para a cadeia pública de Avaí.

Ler matéria completa