Bauru

Polícia

Vítima planeja 'armadilha' e PM prende dupla por golpe na Internet

Mesmo suspeitando do crime, dono do celular que era alvo dos criminosos concretizou negócio para chegar aos autores

por Larissa Bastos

08/07/2021 - 05h00

Polícia Militar/Divulgação

Com a dupla presa, a polícia encontrou vários eletrônicos que teriam sido obtidos com golpes

Em Bauru, dois jovens, de 19 e 23 anos, foram presos em flagrante pela Polícia Militar (PM) por estelionato, após caírem em uma 'emboscada' armada pelo próprio alvo deles. Segundo o boletim de ocorrência (BO), a dupla pretendia aplicar o 'golpe da OLX' na vítima, de 20 anos, que terá a identidade preservada pela reportagem.

Felipe Serrano, de 34 anos, é familiar da vítima e agente de segurança. Ele, que participou da 'armadilha' na noite desta terça-feira (6), conta que o seu parente vendeu um celular pela OLX. A suspeita de que se tratava de um golpe começou quando o pagamento do suposto comprador não foi recebido instantaneamente. "O comprador disse que era normal demorar 24 horas para ser efetivado, mas esse meu familiar estranhou e entrou em contato comigo, para perguntar. Quando olhei o comprovante de pagamento que ele recebeu, notei que era igual ao que uma amiga recebeu há uma semana, quando caiu em um golpe. A única diferença era o primeiro nome do 'pagador'. O resto, como os sobrenomes e até o número do cartão, eram idênticos", detalha.

Além disso, gerou ainda mais suspeita o fato de o celular ter sido anunciado por R$ 450,00 e o comprador ter feito um pagamento de R$ 500,00. Com isso, Felipe, a vítima e mais um familiar decidiram armar uma 'emboscada'. "Para não ir pessoalmente, essa dupla mandou um motorista de aplicativo buscar o aparelho na casa desse meu parente, que era o alvo. Então, nós seguimos esse motorista até o Centro, onde o aparelho foi entregue para o suspeito. Esse indivíduo seria um dos golpistas, de 19 anos. Questionamos ele e, em seguida, acionamos a PM, que chegou rapidamente no local", conta o agente de segurança.

Felipe ainda afirma que, a princípio, chegou a pensar que o motorista poderia estar envolvido no crime, mas acabou percebendo que ele também estava sendo enganado ao levar o produto aos suspeitos.

'CONFESSARAM'

Assim que a equipe policial chegou no local, o suspeito, de acordo com a PM, acabou confessando que tinha a intenção de aplicar golpe na vítima. "Ele também entregou o outro suspeito, de 23 anos, que era responsável por fazer as negociações por mensagem e achar vítimas, enquanto o outro era quem recebia o aparelho que os motoristas de aplicativo 'buscavam'. Com eles, encontramos diversos eletrônicos resultados de outros golpes, o que caracterizou o flagrante da prática de estelionato, além, claro, da confissão deles", comenta o sargento Ademir Prudente da 1.ª Companhia da PM, que atendeu a ocorrência.

A dupla foi presa em flagrante por estelionato e encaminhada ao Plantão Policial, onde permaneceu à disposição da Justiça. Depois, acabaram conduzidos para a Cadeia Pública de Avaí. Os aparelhos localizados também foram apreendidos.

Fique atento: 'Quando a esmola é demais, o santo desconfia!'

A Polícia Civil alerta que, para evitar cair em golpes, principalmente na Internet, é necessário desconfiar sempre, principalmente quando o negócio parece ser muito vantajoso. E ainda reforça que, caso você seja vítima de estelionato, deve registrar um boletim de ocorrência o mais rápido possível, seja pessoalmente ou pela delegacia eletrônica, para que a corporação atue a fim de reduzir danos e encontrar o responsável pelo crime.

Ler matéria completa