Bauru

Polícia

Polícia Civil desmantela bando que até aceitava Pix em pagamento de drogas

Segundo a Dise/Deic, grupo comandava o tráfico na São Manoel e no Bela Vista e o líder integrava facção criminosa

por Vitor Oshiro

22/09/2021 - 05h00

Polícia Civil/Divulgação

Foram apreendidos entorpecentes e dinheiro nesta terça-feira

A Polícia Civil, por meio da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) Bauru, desmantelou uma quadrilha de tráfico de drogas que aceitava até Pix como pagamento. Após apurações da 2.ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), quatro integrantes do bando, que comandava a venda de drogas na Vila São Manoel e no Jardim Bela Vista, foram presos nesta terça-feira (21).

"Com o trabalho de investigação, foi possível constatar que esta organização inovou na prática de tráfico ao passar a aceitar pagamentos pelas drogas através da plataforma Pix. É possível afirmar que a movimentação chegava a cerca de R$ 1 mil por dia", destaca o delegado titular da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise/Deic), Luiz Augusto Puccinelli.

PORÇÕES DE CRACK

De acordo com informações da Polícia Civil, em data recente, foi realizada uma ação na qual foram apreendidas 111 porções de crack pertencentes a esta organização criminosa, materializando o crime de tráfico.

Com isso, após trabalho de apuração da Dise, foi representada pela prisão de quatro pessoas. J.C.A.G. (somente as iniciais foram divulgadas pela corporação) é apontado como o líder do bando e, ainda segundo a Polícia Civil, integrante de uma facção criminosa. Além dele, foram pedidas também as prisões de T.A.L., 38 anos; L.S.J, 22 anos; e E.T.J., 25 anos.

PRISÕES

O Poder Judiciário concedeu os mandados de busca e apreensão e, na manhã desta terça-feira (21), cerca de 30 policiais civis da Deic Bauru realizaram as diligências nos endereços dos suspeitos.

Os quatro foram presos e ainda foram encontradas 74 porções de maconha, 56 pinos plásticos com cocaína e R$ 560,00. Além disso, foi feita a apreensão de um veículo que era utilizado para a prática criminosa.

"Com o encontro da droga e dinheiro, bem como com base nas provas obtidas durante a investigação, os autores foram presos em flagrante e indiciados pela prática de tráfico de drogas e associação para o tráfico", finaliza o delegado Luiz Augusto Puccinelli.

Ler matéria completa

×