Bauru

Polícia

Detento do CPP-2 que engoliu 20 porções de maconha tem alta após 4 dias internado

Reeducando passou mal depois de expelir as drogas na unidade e foi hospitalizado

29/09/2021 - 05h00

SAP/Divulgação

Preso conseguiu expelir a droga, mas acabou passando mal

Um detento do Centro de Progressão Penitenciária 2 (CPP-2) "Dr. Eduardo de Oliveira Vianna" de Bauru recebeu alta após quatro dias internado no Pronto-Socorro Central (PSC). Ele foi flagrado pelo escâner corporal com 20 porções de maconha no estômago, quando retornava da saída temporária, na semana passada. A unidade registrou mais oito casos e totaliza, até o momento, 33 ocorrências de internos que ingeriram entorpecentes ou aparelhos telefônicos.

Depois de ter expelido as drogas, o sentenciado passou mal e foi encaminhado à UPA do Jardim Bela Vista, no último dia 22. De lá, precisou ser transferido para o PSC, onde permaneceu sob cuidados médicos até domingo (26), quando recebeu alta e retornou à unidade prisional.

MAIS OITO CASOS

O CPP-2 de Bauru registrou mais oito casos nesta semana. São presos flagrados com drogas ou minicelulares no estômago na volta da saída temporária, mas que foram isolados e conseguiram expelir os objetos somente nesta semana. Ao todo, até o momento, a unidade já registrou 33 ocorrências deste tipo.

Nas mais recentes, um dos detentos engoliu 22 porções de maconha. Outro, além de ter ingerido 18 invólucros do mesmo entorpecente, expeliu também quatro miniaparelhos de celular.

Nos demais casos, os agentes de segurança apreenderam mais cinco porções de maconha, sete minicelulares e duas placas de celular. Os detentos flagrados com objetos ilícitos serão submetidos a procedimento disciplinar e deverão regredir para o regime fechado. 

Ler matéria completa

×