Bauru

Polícia

Homem que assaltava casas e fez até vítimas cozinharem para ele é preso

Suspeito de 39 anos foi detido pela Polícia Civil; ele é apontado como o autor de três roubos em menos de uma semana

por Larissa Bastos

15/12/2021 - 05h00

Aceituno Jr./JC Imagens

Delegado Cledson Nascimento, responsável pelas investigações, detalha como a Polícia Civil chegou até o suspeito

A Polícia Civil, por meio da 1.ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG) da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Bauru, prendeu um homem de 39 anos apontado como o autor de três assaltos a casas da cidade em menos de uma semana, ocorridos no início deste mês. Em um dos crimes, o suspeito teria obrigado as vítimas, sob a mira de uma arma de fogo, até a cozinhar para ele. A prisão de E.A.B. (somente as iniciais foram divulgadas pela polícia) ocorreu na tarde desta segunda-feira (13), enquanto ele seguia para uma propriedade rural em Piratininga. O comparsa do homem nos roubos, um adolescente, já havia sido apreendido pela Polícia Militar (PM) no último dia 8.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Cledson Nascimento, os crimes foram registrados nos dias 1, 3 e 7 de dezembro, nos bairros Jardim Estoril, Vila Souto e Jardim América, respectivamente. As ações foram registradas por câmeras de segurança dos arredores, que ajudaram a identificar os suspeitos. "Todos foram praticados com a mesma estratégia. Dois indivíduos armados ficavam aguardando o portão da residência abrir para entrar no imóvel e subtrair pertences, mediante grave ameaça", explica.

O assalto à residência do Jardim América, contudo, chama mais atenção por conta da violência empreendida pelos criminosos. "Eles mantiveram a proprietária e sua funcionária sob a mira de arma de fogo enquanto obrigavam elas a cozinhar para eles. Dessa vez, após separarem eletrodomésticos e valores, eles fugiram com o Hyundai HB20 da família. A equipe de papiloscopistas da Deic coletou impressões digitais dos suspeitos e o Instituto de Criminalística coletou material biológico nos restos de alimentos", detalha Nascimento.

Ainda segundo o delegado, após o roubo do veículo, a dupla passou a noite em Garça e seguiu para Marília, onde, no dia seguinte, usou o carro para roubar uma casa no Jardim Parati. De lá, eles levaram joias e valores.

INVESTIGAÇÃO

Porém, já na tarde do último dia 8, o veículo das vítimas foi localizado pela PM na Vila Industrial, em Bauru, na posse do adolescente, que foi apreendido em flagrante por ato infracional.

As apurações da Polícia Civil prosseguiram e, na tarde desta segunda-feira (13), a equipe de investigação de crimes contra o patrimônio localizou E.A.B. com mais dois homens no Parque Vista Alegre. Ele seguia para um sítio na zona rural de Piratininga, porém, no caminho, foi abordado. O investigado, inclusive, vestia a mesma camiseta que usou para roubar a casa no Jardim Estoril, em 1 de dezembro.

E.A.B. foi encaminhado à delegacia, onde foi reconhecido pelas vítimas dos roubos em Bauru. Quando interrogado, o suspeito, que deixou o sistema prisional recentemente após cumprir pena de 9 anos e 11 meses, confessou o assalto do Jd. América. A prisão temporária foi decretada e ele foi levado à Cadeia Pública de Avaí, onde permaneceu à disposição da Justiça.

RECONHECIMENTO

A Polícia Civil alerta que, caso alguém sido vítima de crime de natureza parecida em Bauru ou região, deve entrar em contato com a Deic por meio do número (14) 99668-7751, que também é WhatsApp, para possível reconhecimento do autor.

Suspeito de dois homicídios

Durante as investigações, a Deic constatou várias transações no cartão de uma das vítimas logo após o item ter sido roubado. Diante disso, os policiais foram em busca das imagens das câmeras de segurança desses estabelecimentos e, ao analisar uma das gravações, constataram as placas de um veículo já investigado pela Delegacia de Homicídios.

"Foi identificado que o automóvel era usado por E.A.B., morador do Fortunato Rocha Lima, sendo ele suspeito da autoria de dois homicídios no bairro, o último deles no mês de outubro", conclui o delegado Cledson Nascimento.

Ler matéria completa

×