Bauru

Polícia

Pai é preso em flagrante acusado de jogar bebê de 2 meses no chão

Enquanto a mãe era agredida, criança caiu uma segunda vez e bateu a cabeça; homem foi detido por populares

11/05/2022 - 09h41 atualizado às 05h00

Samantha Ciuffa/JC Imagens

Bebê foi atendido na UPA Bela Vista; após ser examinada e ficar em observação, criança foi liberada na manhã desta quarta-feira

Um homem de 27 anos foi preso acusado de jogar seu filho de apenas dois meses no chão, no bairro Pousada da Esperança 2, em Bauru. A criança foi socorrida, na noite desta terça-feira (10), à UPA do Bela Vista, assim como a mãe, que também informou ter sido agredida fisicamente pelo pedreiro. Durante o caso de violência doméstica, o menino ainda caiu uma segunda vez e bateu a cabeça. Por conta da situação, o agressor foi detido por populares.

A Polícia Militar (PM) chegou até ele após ser acionada para atender uma ocorrência de briga de casal. No local, soube que mãe e filho já tinham sido conduzidos à unidade de saúde.

Por lá, a mulher de 18 anos narrou que tudo começou quando informou o companheiro não ter mais interesse em manter o relacionamento.

Os ataques, então, tiveram início e ela conta ter tentado fugir com o filho, sendo perseguida em via pública. Durante as investidas, o acusado acabou jogando o bebê no chão, consta em boletim de ocorrência.

Uma testemunha tentou intervir e a mãe conseguiu correr para uma padaria. No endereço, porém, voltou a ser agredida e a criança caiu de seu colo, batendo a cabeça no chão. Diante dos fatos, o pedreiro recebeu voz de prisão em flagrante.

O bebê passou a noite em observação na UPA, fez exames e, sem fraturas, foi liberado no início da manhã desta quarta-feira (11). Conforme o JC apurou, a criança passa bem.

Os nomes de todos os envolvidos não foram informados em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Ler matéria completa

×