Bauru

Polícia

2.º suspeito de assaltos a motoristas de aplicativo no Fortunato é preso

Ele confessou participação em um dos crimes, mas polícia diz que há elementos que o ligam aos outros roubos registrados

por Larissa Bastos

01/06/2022 - 05h00

Polícia Civil/Divulgação

Equipes da Polícia Civil de Bauru fizeram diligências no Fortunato Rocha Lima nesta terça-feira e prenderam o segundo suspeito

O segundo suspeito de assaltar quatro motoristas de aplicativo na região do Fortunato Rocha Lima, em Bauru, foi preso pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (31). O indivíduo, de 18 anos, que não teve a identidade divulgada pela corporação, confessou a participação em um dos roubos e foi encaminhado à Cadeia Pública de Avaí. O comparsa dele, de 23 anos, já havia sido detido no dia anterior (30), no mesmo bairro.

Conforme o JC noticiou, uma onda de assaltos a motoristas de aplicativo foi registrada no bairro no mês de maio, sendo que três homens e uma mulher foram vitimados. A dupla criminosa acionava o profissional pelo aparelho de terceiros e, durante o trajeto, sob ameaça de faca ou arma de fogo, exigia celulares e quantias em dinheiro. Depois, mandava a vítima descer do carro e abandonava o veículo em um bairro vizinho.

De acordo com o delegado Cledson do Nascimento, da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), responsável pelas apurações, este segundo integrante, que já estava com o mandado de prisão temporária decretado e era considerado foragido da Justiça, foi localizado no cruzamento da rua Adilson José Stafussi com a avenida do Contorno, no Fortunato.

"Recebemos a informação de que ele estaria transitando pelas ruas do bairro. Fomos até lá com viaturas descaracterizadas e iniciamos buscas. Uma equipe do SIG (Setor de Investigações Gerais), que também estava em diligências na região, visualizou o suspeito, fez a abordagem e nos acionou. Nos dirigimos de imediato e efetuamos a prisão", detalha Nascimento.

CONFESSOU

Quando questionado, o investigado confessou a autoria de somente um dos roubos, junto do comparsa, registrado no último dia 20. Na ocasião, um motorista de aplicativo, de 55 anos, foi acionado da rua Adilson José Stafussi, no Fortunato. No trajeto, a dupla rendeu a vítima e exigiu um celular, cartões de crédito e R$ 400,00 em espécie.

Tanto o condutor quanto o veículo foram abandonados no Jardim Petrópolis, em locais diferentes. "Mesmo que ele tenha confessado somente um dos roubos, a investigação tem elementos que o indicam como o autor dos outros crimes registrados", afirma Nascimento, complementando que o detido já tinha antecedentes por ato infracional de tráfico de drogas.

Ler matéria completa

×