Bauru

Polícia

Mãe da prefeita faz queixa de injúria na Polícia Civil

Lúcia Rosim afirma ter se sentido ofendida por Alexandre Pittoli em programa de rádio

por Larissa Bastos

03/06/2022 - 23h34

Aceituno Jr./JC Imagens

Foto da Polícia Civil de Bauru (Imagem Ilustrativa); Lúcia Rosim afirma ter se sentido ofendida por Alexandre Pittoli em programa de rádio

Lúcia Rosim, mãe da prefeita Suéllen Rosim, registrou boletim de ocorrência (BO) na Polícia Civil, nesta sexta-feira (3), contra um radialista de Bauru por injúria. Ela afirma que o profissional Alexandre Pittoli, em um programa na rádio Jovem Pan, fez ofensas racistas e comparou o cabelo dela com uma "carapaça", questionando também se era uma peruca.

Em um vídeo publicado nas redes sociais (veja no final) dela e de Suéllen, Lúcia destaca os trechos do programa, que foi ao ar na manhã desta quinta-feira (2).

Em um deles, o radialista, em referência ao cabelo da mãe da prefeita, diz que "é muito ruim de se ver" e compara a uma "carapaça". Ao fundo, também é possível ouvir uma risada.

'DOEU BASTANTE'

"Essa pessoa, desde as eleições, vem criticando a minha família no campo político e moral, mas, agora, ele foi pessoal. A forma como ele me agrediu me ofendeu muito. Doeu bastante. Dói na pele esse tipo de injúria. Eu senti, no fundo, preconceito e senti que ele não deve gostar muito de mim, porque ele é um racista mesmo. Registrei um BO e acionei a Justiça. Vou tomar as providências que devem ser tomadas, para que ele aprenda a respeitar as mulheres. Te garanto que, se fosse um homem, ele não falaria da forma como ele falou e também não ficaria zombando como ele zombou da minha figura", disse Lúcia Rosim.

Procurado pela reportagem do JC, Alexandre Pittoli afirmou que consultará seu advogado e, neste momento, não irá se pronunciar sobre o ocorrido.

Veja o vídeo:

Ler matéria completa

×