Bauru

Polícia

Motorista que matou marido continua presa

Prisão foi convertida em preventiva; BO diz que câmeras filmaram perseguição no local

por Vitor Oshiro Lilian Grasiela

07/06/2022 - 05h00

Em audiência de custódia, a Justiça converteu o flagrante em prisão preventiva, mantendo atrás das grades a mulher de 29 anos que, com o carro, atingiu a moto conduzida pelo companheiro, de 31 anos, e o matou. O caso ocorreu no último sábado (4), na quadra 2 da rua Benedito Vieira, na Vila São Paulo, em Bauru.

Conforme o JC noticiou, após ser atingido pelo Fiat Uno Way conduzido por K.C.O.R., o motociclista B.C.F. foi atirado contra um poste e morreu ainda no local. A vítima fatal era o companheiro da motorista do carro.

Segundo o boletim de ocorrência (BO), a mulher alegou que dirigia o automóvel quando a moto Honda CG 150 veio na contramão. Ela afirma ainda que só teria percebido que se tratava de seu marido após vê-lo caído no chão.

Entretanto, o registro policial aponta que câmeras de segurança mostraram que a mulher estava em alta velocidade perseguindo a moto e que, ao chegar no cruzamento palco da colisão, ela teria acertado a traseira da Honda CG 150, arremessando a vítima contra o poste.

Diante disso, o caso foi registrado na Polícia Civil como homicídio com dolo eventual (quando o autor assume o risco de matar) e a motorista foi presa em flagrante, o que foi convertido em prisão preventiva na audiência de custódia.

Ler matéria completa

×