Bauru e grande região

Política

Melhoria na extensão da Rodrigues depende de verba estadual ou federal

Avenida recebeu recape nos cruzamentos, através de convênio com o Estado, mas obra em toda a via depende de mais recursos e segue sem previsão

por Thiago Navarro

18/01/2019 - 07h00

Malavolta Jr.
Asfalto precário: motoristas sofrem com grandes ondulações na Rodrigues Alves, no Centro

A avenida Rodrigues Alves recebeu, na semana passada, o recape em diversos cruzamentos, na região central, devido a um convênio da Prefeitura de Bauru com o Estado para aumentar a segurança no trânsito (leia mais abaixo). Contudo, muitos motoristas seguem se perguntando quando a via - que é o principal corredor do transporte coletivo da cidade - terá melhorias no restante de sua extensão, que sofre com o asfalto precário em vários pontos. E a resposta não é muito otimista. Se nos cruzamentos o cenário melhorou, nos demais trechos ainda não há previsão para o recape.

Secretário de Obras, Ricardo Olivatto cita que a colocação de asfalto novo na avenida é prioridade, desde que a prefeitura consiga recursos estaduais ou federais, que podem vir com emendas parlamentares. "No Orçamento do município, não há verba disponível para o recape da Rodrigues Alves ou de outras ruas da região central. Apesar disso, seria importante a recuperação dessas vias, que recebem um trânsito pesado e são acessos a várias regiões. Para fazer as obras, vamos depender de verba de fora, com recursos estaduais ou federais, ou ainda emendas parlamentares. Caso a gente consiga verba, o recape vai acontecer", frisa.

O asfalto na avenida Rodrigues Alves apresenta ondulações em vários locais, desnível percebido pelos motoristas que usam a via com frequência. Em algumas quadras, houve recape nos últimos anos, porém, longe de atingir um trecho significativo. Outras ruas do Centro também estão com o asfalto esburacado ou com ondulações e também demandam por obras de recape.

Na Rodrigues, as quadras 4 e 5 no sentido ímpar receberam o recape asfáltico em 2016, na região da Câmara Municipal. Já nas demais quadras, ainda não há previsão de quando será possível realizar a obra. "Se a gente tiver verba de emendas parlamentares, locais para fazer recape não faltam. A Rodrigues Alves e outras ruas do Centro podem receber o investimento".

Nos próximos dias, a Secretaria de Obras deve finalizar um estudo do valor necessário para o recape da avenida Rodrigues Alves na região central, entre a avenida Pedro de Toledo e a avenida Nações Unidas. "Com esses valores, saberemos o quanto vamos precisar buscar de verba para fazer todo o recape nesse trecho da avenida", finaliza.

MAIS RUAS

Ainda no Centro, outras ruas são consideradas prioritárias para o recape, casos da Rio Branco, Antônio Alves, Virgílio Malta e Araújo Leite. Na Rio Branco, a prefeitura conseguiu recursos do Estado para a obra e já realizou a licitação. Nas demais, ainda é necessário conseguir verba.

Já a Duque de Caxias também apresenta ondulações em algumas quadras, mas o secretário de Obras considera que a via não está entre os pontos críticos. "Em alguns pontos da Duque, há sim algumas ondulações, mas, de maneira geral, é uma avenida que está com o asfalto bom. Há outras ruas e avenidas em situação bem mais crítica", afirma.

Previstos para este ano

Com boa parte do Orçamento comprometido, a prefeitura vai realizar obras de recape conforme a disponibilidade de verbas de emendas parlamentares ou de convênios estaduais e federais. Já chegaram R$ 4 milhões do Estado que estão sendo usados no recape das avenidas Edmundo Coube, Lúcio Luciano, Rosa Malandrino Mondelli, no final da Nações Unidas, em duas quadras da Elias Miguel Maluf, e nas ruas Bertoldo do Carmo, César Cruz Ciafrei, Joaquim Marques de Figueiredo e Valdemar Pereira da Silva.

Já através de emendas parlamentares, vão receber o recape a rua Rio Branco, a rua Bernardino de Campos e o Parque Santa Terezinha.

Ainda nessa questão, já está em andamento também o recape de ruas do Jardim Flórida e foi liberado convênio para algumas ruas do Núcleo Beija-Flor. O prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) já definiu que as solicitações de emendas parlamentares deverão priorizar recape e asfalto.