Bauru e grande região

Política

Gazzetta determina investigação sobre apagão em parte dos arquivos digitais

A Corregedoria da prefeitura quer chegar a eventuais responsáveis pela perda na leitura dos discos com informações e sugerir punições

por Thiago Navarro

12/07/2019 - 07h00

Samantha Ciuffa
Clodoaldo Gazzetta e a corregedora municipal Andrea Salcedo: ordem é buscar explicações

O prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) determinou a abertura de uma sindicância na Corregedoria da Prefeitura de Bauru para apurar se houve responsabilidade de servidores na falta de acessos a dados do sistema eletrônico. Conforme o JC antecipou na última terça-feira (9), uma empresa de São Paulo está sendo contratada, por dispensa de licitação, pelo valor de R$ 200 mil, para tentar recuperar os arquivos.

O problema começou no final de maio e não houve sucesso na tentativa da prefeitura em fazer a leitura com equipe própria, por isso haverá a terceirização. O contrato deve ser assinado até semana que vem, tentando reverter a 'pane' eletrônica que impossibilita o acesso a uma série de arquivos digitais.

Ainda de acordo com a prefeitura, nenhum documento foi perdido, mas a falta de acesso afetou o sistema antigo de processo eletrônico e arquivos internos. A Secretaria de Obras e a Seplan foram as mais atingidas. "Já determinamos a abertura de uma sindicância, até porque estamos falando de dados importantes da prefeitura, e haverá agora um custo para recuperar o acesso aos arquivos. Os procedimentos de segurança devem ser seguidos, com o backup de dados. Pedi a apuração se houve alguma falha que levou a este fato", frisou Gazzetta.

A sindicância foi instaurada no final da semana passada. A corregedora-geral Andrea Salcedo destaca que o procedimento está em fase inicial e as apurações ocorrem de maneira sigilosa até a conclusão. "A sindicância já foi aberta e o prazo para conclusão é de dois meses, podendo haver prorrogação dependendo do andamento dos trabalhos, das oitivas, então o prazo final é de três a quatro meses. Após a sindicância, caso constatado alguma irregularidade, um processo administrativo é aberto, com o direito a ampla defesa. Se for necessário, pode remeter ao Ministério Público", lembrou Andrea.

O número de documentos que está inacessível é incerto, mas por ter afetado duas pastas por onde passam grandes processos, a preocupação no governo é que projetos de porte tenham sido prejudicados.

O equipamento que fazia a leitura dos dados era antigo e será substituído. A empresa contratada para a recuperação dos dados é a Digital Recovery Tecnologia Ltda. - ME, com sede em São Paulo e laboratórios em Goiânia/GO e Hamburgo, na Alemanha.

Na última sessão da Câmara, o vereador Manoel Losila (PDT) considerou que a prefeitura precisa tratar do assunto de maneira mais profissional, realizando backups periodicamente e aumentando a segurança se seus arquivos eletrônicos, além do prejuízo pela necessidade de contratação de uma empresa especializada para tentar recuperar os dados perdidos. Antes, o vereador José Roberto Segalla (DEM) já havia criticado a falta de acesso aos dados dos sistema digital do município.

Manutenção preventiva

No começo da noite dessa quinta-feira (11), a equipe do Departamento de Tecnologia da Informação da prefeitura realizou manutenção preventiva e troca de equipamentos. Por conta dos trabalhos, o site oficial ficou cerca de uma hora fora do ar, mas ontem mesmo já estava novamente estabelecido. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o procedimento teve como objetivo trocar equipamentos e melhorar o sistema, prevenindo perda de dados, e dar manutenção preventiva aos aparelhos.