Bauru e grande região

Política

Ex-diretor do Metrô delata e 14 viram réus

No total, 14 viram réus na Lava Jato de São Paulo

por FolhaPress

10/08/2019 - 04h59

Divulgação

Sergio Corrêa Brasil, ex-diretor do Metrô de São Paulo

São Paulo  - Executivos das empreiteiras Odebrecht, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão e OAS viraram réus sob acusação de crimes de corrupção na construção das linhas 2-Verde, 5-Lilás e 6-Laranja do Metrô de São Paulo, em ação apresentada pela força-tarefa da Lava Jato paulista.

A denúncia do Ministério Público Federal contra os executivos, aceita nesta sexta (9) pela juíza federal substituta Flavia Serizawa e Silva, usou elementos da delação premiada de Sérgio Brasil, ex-diretor do Metrô de SP e ex-assessor de PPP (parcerias público-privadas) na Secretaria de Planejamento dos governos José Serra e Geraldo Alckmin, do PSDB.

Um dos denunciados é o próprio Brasil, que deve obter benefícios da justiça por ser um delator. No total, são 14 réus.

Ler matéria completa