Bauru e grande região

Política

Pedidos ao Estado têm viaduto e Fórum

Alesp realizou audiência em Bauru para receber propostas ao Orçamento de 2020

07/09/2019 - 06h00

Pedro Romualdo/Divulgação

Audiência na Câmara foi promovida pela Assembleia Legislativa

A Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) fez, nesta sexta-feira (6), audiência pública, na Câmara de Bauru, para receber propostas de sugestão ao Orçamento estadual de 2020. A projeção é que o Estado tenha receitas e despesas de R$ 231 bilhões no ano que vem. O deputado estadual Dirceu Dalben (PL), vice-presidente da comissão da Alesp, conduziu o encontro.

Os pedidos de Bauru e região foram variados e novamente demandas antigas foram reapresentadas. Uma delas é a construção do viaduto da avenida Cruzeiro do Sul com a Rondon. A obra não foi incluída na construção das marginais da rodovia. O vereador Natalino da Silva (PV) apresentou o pedido.

Já a construção de um novo Fórum foi apresentada pelo presidente da Câmara, o vereador José Roberto Segalla (DEM). O prédio atual não comporta todas as unidades e a Justiça gasta R$ 1 milhão por ano em locações. O valor para um novo prédio ficaria em R$ 10 milhões. Segalla ainda pediu recursos para a construção de uma nova sede para a Casa de Leis, com custo estimado em R$ 7,3 milhões.

ESTRUTURA

A ampliação dos leitos hospitalares foi requisitada pelos vereadores Coronel Meira (PSB) e Sandro Bussola (PDT). Já Miltinho Sardin (PTB) pediu obras de asfalto na Bela Olinda, com custo de R$ 7 milhões, e mais R$ 2,3 milhões para o recape de ruas do Jardim Araruna, Eldorado, Nova Flórida e Perdizes.

Outra solicitação apresentada foi a construção de uma escola de soldados no prédio do CPP-3, o antigo IPA. Meira lembrou que uma unidade como esta pode formar 800 soldados por ano, o que aumentaria a segurança pública no Interior Paulista.

A audiência teve ainda a participação do deputado estadual Oscar Castello Branco (PSL) e o vereador Manoel Losila (PDT). O diretor do escritório de Bauru da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional, José Eduardo Amantini, e ainda prefeitos e vereadores da região acompanharam a reunião.

Outras audiências estão marcadas em diversas partes do Estado e, após a conclusão, alguns dos pedidos podem entrar como emendas ao Orçamento do ano que vem, em fase de discussão nas comissões da Alesp para, depois, ir a plenário.

Ler matéria completa