Bauru e grande região

Política

Audiências do Plano Diretor de Bauru terminam neste sábado

Prefeitura vai ouvir as opiniões e sugestões da população da zona rural

29/11/2019 - 11h14

Malavolta Jr.

Letícia Kirchner, titular da Seplan, com mapa da cidade de Bauru

A Prefeitura de Bauru e a Secretaria Municipal de Planejamento encerram neste fim de semana a programação de audiências públicas preliminares para ouvir as opiniões e sugestões da população a respeito da revisão do Plano Diretor e Lei de Ocupação do Solo.

Neste sábado (30), 9h, serão realizadas as últimas audiências da área rural. Serão em quatro endereços (veja os bairros abrangidos no quadro em anexo):

IPMet - Unesp - avenida José Sandrin, Km 0,6;

Antigo Clube de Campo da Telesp - estrada municipal BRU 015, Km 1,12 (prolongamento da avenida das Bandeiras - Parque Santa Cândida);

Estância WR - rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), Km 357 + 200 metros sentido Bauru/Marília;

Fazenda São João do Corumbá - Rodovia Marechal Rondon, Km 351 + 400 metros - sentido Lins-Bauru.

Para obter mais informações, fazer sugestões e conhecer o Plano Diretor, basta acessar o portal do Novo Plano Diretor: www.bauru.sp.gov.br/novoplanodiretor.

Pelo portal, é possível acompanhar todo o processo de revisão e acessar informações como cronograma, notícias veiculadas, a agenda de eventos, as fases do processo participativo, vídeos com palestras realizadas, documentos gerados, mapeamentos, além de espaço para envio de sugestões.

O Plano Diretor é uma lei que norteia todas as outras legislações no Município. A revisão vai direcionar ações desta e das futuras gestões para os próximos 10 anos. O objetivo das audiências públicas é justamente ouvir a população e entender as necessidades e prioridades de cada setor da cidade, sob diferentes pontos de vista: onde e de que forma é possível ocupar um terreno, quais as regras para construção, que atividades econômicas (comércio, indústria) podem ser desenvolvidas em determinadas regiões, como fica a questão ambiental e o saneamento básico.

Com a realização da etapa participativa, as sugestões e opiniões da população servirão de base para a elaboração do Plano, que deve começar a ser redigido em janeiro de 2020. O previsão para envio do projeto de lei à Câmara é junho de 2020.

Ler matéria completa