Bauru e grande região

Política

Habitação desenvolve novos programas

Estado de São Paulo tem como objetivo alavancar o setor em parceria com os municípios, afirma o secretário Flávio Amary

por Thiago Navarro

01/12/2019 - 04h17

Malavolta Jr.

Secretário de Estado da Habitação, Flávio Amary, deve entregar mais unidades residenciais na região

O secretário de Estado da Habitação, Flávio Amary, esteve nesta semana em Bauru para discutir novidades do setor, na OAB. Antes, concedeu entrevista no Espaço Café com Política do JC e destacou investimentos do governo estadual para a construção de novas moradias, especialmente para a população em situação de vulnerabilidade, e a regularização de casas.

Segundo Amary, a construção civil é o setor que emprega grande quantidade de mão de obra de forma mais rápida e também com agilidade para a qualificação, o que permite tirar muitas pessoas do desemprego. "O estado de São Paulo cresceu neste ano mais do que o País, o dobro na comparação, e o setor da construção civil tem uma participação importante, pois gera emprego em larga escala, pois é menos mecanizado do que outras indústrias, e também sendo possível propiciar uma qualificação relativamente rápida para estes profissionais. Isso é o que estamos buscando, com novos programas habitacionais em todo o estado", afirma.

Um desses programas é o 'Nossa Casa', que na região de Bauru vai entregar moradias em municípios como São Manuel, Pederneiras, Dois Córregos, Agudos e Pratânia, entre o final deste ano e janeiro. "Faremos a entrega de várias unidades na região de Bauru nos próximos dois meses. Além desses conjuntos, que estão sendo finalizados, temos outros em fase de construção e também mais na etapa de planejamento", lembra.

Outro projeto é o 'Vida Longa', voltada aos idosos, e que terá unidades em Bauru. "Este é um programa para a terceira idade, as casas serão construídas pelo Estado, que terá a propriedade desses imóveis, mas cedendo o uso a idosos em condição de vulnerabilidade social, já com todos os móveis, e com área de lazer comum para que a população da melhor idade também tenha conforto e diversão, interagindo com outros idosos", frisa.

Já o programa 'Preço Social' deve ser aproveitado em Bauru junto com a prefeitura, na construção de 1.900 casas na região do Bela Olinda. O município abriu um edital para as obras, mas cancelou o processo justamente para entrar no programa estadual, o que deve diminuir o valor das residências. Os detalhes, contudo, ainda estão sendo discutidos entre a Secretaria de Habitação e a Seplan para formalização de um acordo.

REGULARIZAÇÃO

A regularização fundiária vem avançando no estado com o programa 'Cidade Legal', afirma o secretário. Em Bauru, a prefeitura já fez a entrega de escrituras a moradores do Jardim Olímpico, Cutuba e Parque Jaraguá, e está em fase final a regularização de 392 casas no Ferradura Mirim - que receberá a denominação de Vila do Sucesso - e Pousada da Esperança. Em outros municípios da região, como Cafelândia, Duartina, Guarantã, Itapuí, Lençóis Paulista, são mais três mil regularizações. "Esse programa está regularizando imóveis em áreas onde isso é possível, o que é importante para dar dignidade a essas famílias, e elas passam a ter um patrimônio, que pode ir para os herdeiros, ser vendido, ou ainda usado como garantia para operações de crédito para abrir um pequeno comércio. A ação está acontecendo em 534 municípios paulistas", comenta.

Os imóveis regularizados podem ainda receber investimentos, pois os proprietários passam a ter os documentos que comprovam a titularidade, e com isso buscar financiamento para ampliar ou reformar. Amary também destaca que o mercado imobiliário, de uma maneira ampla, deve viver um período de crescimento, com a redução das taxas de juros e a perspectiva de reaquecimento da economia. 

Presidente do Instituto Teotônio Vilela em SP

Além de secretário estadual de Habitação, Flávio Amary também é o presidente do Instituto Teotônio Vilela no Estado de São Paulo. A entidade é um braço do PSDB nacional para a formação política, e cursos são realizados na capital para filiados do partido. No interior, as atividades ocorrem aos finais de semana, e o foco é a preparação para as eleições do ano que vem, com os possíveis candidatos a vereador e prefeito em diversos municípios.

Ler matéria completa