Bauru e grande região

Política

Presidente tira cinco dias de descanso

Bolsonaro terá encontro com prefeito tucano desafeto de Doria

por FolhaPress

10/01/2020 - 06h00

Santos - A viagem do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a Guarujá, no litoral de São Paulo, programa mais do que cinco dias de descanso ao lado da filha mais nova, Laura.

O político chegou na manhã desta quinta-feira (9) e já confirmou presença em evento ao lado de um desafeto do governador João Doria (PSDB), potencial rival na disputa presidencial de 2022.

Sem compromissos em sua agenda oficial no primeiro dia, Bolsonaro participará nesta sexta-feira (10) da inauguração do novo pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia de Santos com o prefeito da cidade, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB).

A dobradinha entre os políticos afastou a possibilidade da vinda de Doria. Ele declinou o convite e disse que cumprirá agenda em São Paulo, além de participar da entrega de uma unidade de saúde em Monte Mor, na região de Campinas, e de uma creche em Cerquilho, próximo a Sorocaba.

Apesar de correligionários, Paulo Alexandre e Doria possuem relação estremecida. Em 2018, o prefeito de Santos declarou, apoio à candidatura do então governador Márcio França (PSB) ao Governo de São Paulo contra Doria, a quem acusou de ter traído o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Ele chegou a dizer que Doria não representava os ideais do partido e é movido por oportunismo eleitoral. Posteriormente, houve avaliação de expulsão de Paulo Alexandre, acusando-o de infidelidade partidária. Pedido não aprovado pelo diretório tucano.

Ler matéria completa