Bauru e grande região

 
Política

Prefeitura deve autorizar reabertura de igrejas

Ainda falta instrução normativa para que celebrações sejam retomadas

por Thiago Navarro

21/05/2020 - 05h41

Divulgação

Yasmim Nascimento, Pastor Luiz, Natalino da Silva, Minhano, pastor Jair Rangel, Gazzetta, Toninho Gimenez, Sandro Bussola e Celso Nascimento

A Prefeitura de Bauru deve autorizar a reabertura de igrejas para cultos, missas e celebrações. As igrejas foram incluídas como atividades essenciais pelo governo federal, mas ainda falta a publicação de instrução normativa no município para a liberação. "Como a União decretou que é atividade essencial, e o Estado mudou de proibido a abertura para recomendado a não abertura, vamos preparar uma instrução normativa, com pontos como limite de pessoas, higienização, entre outros", afirma o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSDB). Ele cita que a instrução normativa deve estar pronta nos próximos dias, permitindo a volta das celebrações.

Na noite da última terça-feira (19), Gazzetta e o vice-prefeito Toninho Gimenez (PTB) receberam cinco vereadores evangélicos, o ex-deputado estadual Celso Nascimento e o Pastor Jair Rangel, que fizeram o pedido. Estavam no encontro os vereadores Natalino da Silva (PV), Yasmim Nascimento (PSDB), Sandro Bussola (PSD), Pastor Luiz Barbosa (Republicanos) e Edvaldo Minhano (Cidadania).

LIMINAR

Na semana passada, o Pastor Françuá Vila Real entrou com pedido de liminar na Justiça para que os cultos fossem liberados. A 2ª Vara da Fazenda Pública indeferiu a solicitação, em decisão da juíza Elaine Storino Leoni, anunciada na terça-feira.

Ler matéria completa