Bauru e grande região

 
Política

Viaduto: alça pode ser aberta em julho

Secretaria de Obras conseguiu recurso para liberação do laudo e alça vai passar por reforço do escoramento

por Thiago Navarro

24/06/2020 - 04h52

Vinicius Bomfim

Alça do viaduto João Simonetti, interditada desde o ano passado para averiguações na estrutura

A alça do viaduto João Simonetti, na continuação da rua 13 de Maio, pode ser liberada durante o mês de julho, afirma o secretário de Obras, Sidnei Rodrigues. A pasta conseguiu os recursos necessários para pagar o laudo feito por um profissional de São Carlos, e deve iniciar os serviços de recuperação nos próximos dias.

Como a Prefeitura de Bauru terá que contratar o laudo de todo o viaduto da 13 de Maio e de mais dois viadutos, a contratação com verba própria apenas do documento que libera a alça de acesso para a avenida Nuno de Assis poderia caracterizar fracionamento de licitação, com posterior advertência do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Por conta disso, a Secretaria de Obras buscou parceiros privados, e o custo final do laudo ficou em R$ 25 mil. "Um empresário demostrou interesse em pagar uma parte do laudo, e conseguiu o apoio de mais duas empresas. As três, juntas, conseguiram pagar o valor total e o laudo está sendo liberado", frisa.

REFORÇADO

A interdição da alça aconteceu em outubro do ano passado, após vistoria determinada pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) que demonstrou problemas estruturais. O laudo para a alça indica a necessidade de reforço no escoramento. "Já temos a maior parte do material, como ferragem e concreto, e vamos fazer o serviço com mão de obra da própria prefeitura. O que falta agora são as escoras. Uma empresa nos procurou para doar parte das escoras. Casso isso não aconteça, vamos comprar. O trabalho deve ser rápido, de duas semanas, então a nossa estimativa é conseguir liberar ao tráfego de veículos nesse mês que vem", afirma Sidnei Rodrigues.

Na última sessão da Câmara, o vereador Miltinho Sardin (PTB) comentou a possibilidade de liberação. Há duas semanas, ele tinha cobrado uma solução para o caso, após quase nove meses de interdição, prejudicando o deslocamento de motoristas que saem do Centro e vão para as regiões do Mary Dota, Beija-Flor, Parque Vista Alegre, Parque São Geraldo, Núcleo Gasparini, entre outros.

Contratação de vistorias especializadas em três viadutos

A Prefeitura de Bauru terá que contratar uma empresa para elaborar o laudo técnico de três viadutos. Além deste, na 13 de Maio, precisarão de vistoria especializada os viadutos JK - que também dá acesso do Centro para o Jardim Bela Vista, e o Antônio Eufrásio de Toledo - que fica na continuação da avenida Duque de Caxias, no acesso para a Vila Falcão e Independência.

Já o viaduto 23 de Maio, que fica na avenida Duque de Caxias sobre a Nações Unidas, não precisará de novo laudo. A previsão inicial é de um custo de R$ 800 mil para contratar os estudos. "No viaduto da Duque com a Nações fizemos uma nova vistoria e foi verificado que não há nada comprometendo a estrutura. Vai ter só a manutenção de rotina. Mas o viaduto da Duque para a Falcão vai entrar na contratação, porque foi verificado que algumas estruturas precisarão de reparos mais detalhados. Vamos tentar contratar essas vistorias neste ano, se não der, no máximo no ano que vem, pois já é um compromisso com o MP essa apresentação", lembra.

Em nenhum deles, contudo, será necessário promover interdições. Nos demais viadutos do município, haverá apenas vistoria a cada dois anos, com manutenção rotineira, ou uma contratação especializada se for detectado algum problema antes.

Ler matéria completa