Bauru e grande região

 
Política

Projeto prevê que salários de prefeito, vice, secretários e vereadores não terão reajustes no período de 2021 a 2024

O projeto apresentado pela Comissão de Economia deve ser votado neste ano

por Thiago Navarro

03/12/2020 - 05h00

Divulgação/Câmara Municipal

Os vereadores Chiara Ranieri, Ricardo Cabelo, Yasmim Nascimento e Carlinhos do PS, em reunião sobre o projeto

Os subsídios pagos ao prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e vereadores serão os mesmos em 2021, conforme a coluna 'Entrelinhas' antecipou na terça-feira (1). O projeto de lei estabelecendo os valores foi apresentado pela Comissão de Economia da Câmara Municipal e já recebeu parecer pela normal tramitação da Comissão de Justiça e da própria Comissão de Economia. A proposta deve ser votada na sessão da semana que vem.

Apesar de não conceder reajuste, o projeto é obrigatório, para fixar os vencimentos que os ocupantes desses cargos terão durante o mandato entre 2021 e 2024. No caso do prefeito, vice e secretários, haverá aumento apenas no mesmo percentual que for concedido aos servidores públicos, no período do dissídio. Já o dos vereadores ficará o mesmo até o final.

O subsídio dos vereadores segue o mesmo desde 2014, com vencimento bruto de R$ 7.845,21. Já o salário do prefeito vai ficar em R$ 18.155,30, e o vencimento do vice em R$ 6.333,66. Os secretários receberão R$ 9.694,86, sempre em valores brutos.  

Ler matéria completa