Bauru e grande região

Política

Bauru é mantida na fase amarela

Estado anunciou a reclassificação ontem e a prefeita Suéllen Rosim disse que não irá alterar nada no decreto vigente

por MARCELE TONELLI

09/01/2021 - 05h00

Reprodução

Apresentação do Governo de SP

O governo do Estado manteve Bauru e os outros 67 municípios da região na fase amarela do Plano São Paulo. O anúncio foi realizado no início da tarde desta sexta-feira (8) pelo secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi e demais autoridades, em coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo (leia mais na página 15). Dessa maneira, nada muda na cidade e a maioria dos segmentos segue com autorização para funcionar, com as devidas restrições já vigentes.

Vale lembrar que, na noite do último dia 3, a prefeita Suéllen Rosim (Patriota) publicou decreto prorrogando, em Bauru, a fase amarela de restrições do plano de enfrentamento da pandemia. Conforme o JC noticiou, o documento, com validade até 17 de janeiro, foi publicado em edição extra do Diário Oficial, assinado pela chefe do Executivo e pelos secretários municipais Gustavo Bugalho (Jurídico) e Orlando Costa Dias (Saúde). Ontem, Suéllen disse que não fará alterações no decreto. "Portanto, as atividades econômicas seguem com as mesmas regras no município", disse, por meio de nota.

ÍNDICES

Muitos acreditavam que Bauru iria retroceder da fase amarela ontem, já que, nos últimos dias, a cidade apresentou avanço da Covid-19, com aumento tanto de novas confirmações quanto de internações e óbitos.

Entretanto, as taxas de Bauru e região, segundo o Estado, ainda estão dentro da fase amarela. São elas: entre 3 e 8 óbitos por 100 mil habitantes; de 180 e 360 novos casos por 100 mil habitantes; e entre 30 e 60 internações por 100 mil habitantes.

A próxima reclassificação estadual está programada para o dia 5 de fevereiro.

NA LARANJA

Na avaliação desta sexta (8), as únicas regiões da fase laranja, a segunda mais restritiva, eram as dos Departamentos Regionais de Saúde (DRS) de Marília (62 cidades) - que teve retrocesso na classificação de ontem -, Presidente Prudente (45 municípios), Registro (15 cidades) e Sorocaba (48 cidades). Todas as demais do Estado de São Paulo continuam na etapa amarela.

Durante a coletiva de imprensa, o governo estadual informou que, agora, a fase amarela passará a permitir 40% de ocupação presencial para todas as atividades liberadas, incluindo parques estaduais, e expediente de até dez horas diárias.

O atendimento presencial, contudo, teria que ser encerrado às 22h em todos os setores. Nos bares, as portas devem fechar ao público mais cedo, às 20h. Mas, em Bauru, esses estabelecimentos podem funcionar até mais tarde.

Ler matéria completa