Bauru e grande região

Política

Estado garante a radioterapia em Bauru e fala até em ampliar serviço

Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi promete renovação do convênio e diz que há estudo para mais vagas

por Marcele Tonelli e Cinthia Milanez

15/01/2021 - 05h00

Governo do Estado/Divulgação

Secretário Marco Vinholi: "O convênio está garantido com o Naic"

O Estado reavaliou a extinção da radioterapia via SUS em Bauru. Após o município ter sido avisado da descontinuidade do serviço no início desta semana, o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, garantiu, nesta quinta-feira (14), que a cidade continuará a oferecer o tratamento. Ele assegurou a renovação do contrato junto ao Nair Antunes Instituto do Câncer (Naic), única entidade que realiza a radioterapia pela rede pública em Bauru, e falou até em ampliar a assistência.

"O convênio está garantido com o Naic. Não haverá descontinuidade dos atendimentos, o contrato deve ser assinado em, no máximo, 15 dias", ressalta Vinholi.

Conforme o JC noticiou com exclusividade na última quarta (13), o convênio do Estado com o Naic vence em 25 de fevereiro. Na ocasião, o próprio secretário municipal da Saúde, Orlando Costa Dias, revelou ter sido informado, durante uma reunião com o governo estadual, que o serviço seria descontinuado na cidade e os pacientes passariam a ser encaminhados para o Amaral Carvalho, em Jaú.

Uma mobilização, então, foi iniciada por autoridades, como o deputado federal Capitão Augusto (PL) e a prefeita Suéllen Rosim (Patriota), para tentar reverter a extinção do serviço, que é fundamental para o combate ao câncer. Nesta quinta (14), o secretário Marco Vinholi diz que houve também cobrança de renovação do convênio por parte do deputado estadual Ricardo Madalena (PL), durante uma reunião.

MAIS VAGAS

Além de renovar o convênio, Vinholi diz que o governo estadual estuda ampliar os serviços oferecidos pela unidade.

Hoje, o contrato do Estado junto ao Naic é de cerca de R$ 160 mil mensais. E uma média de 40 pacientes do SUS é atendida por dia.

Há, no entanto, fila de espera de quase quatro meses para acesso ao tratamento. Conforme o JC apurou junto ao instituto, o ideal seria que a cota fosse aumentada para 70, quase o dobro de atendimentos, para evitar a espera. "Não posso estimar números, mas, se o Naic tiver a capacidade de aumentar o atendimento, nós aumentaremos", promete Vinholi.

BRAQUITERAPIA

Ainda a respeito das tratativas sobre o assunto, a Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado, por meio do secretário executivo Rubens Cury, informou que Bauru deve passar a contar com serviço de braquiterapia via SUS.

Hoje, os pacientes precisam viajar mais de 40 quilômetros até Jaú para realizar esse tratamento gratuito. A braquiterapia é um tipo de radioterapia interna, na qual um material radioativo é inserido dentro ou próximo ao órgão a ser tratado. Para isso, fontes radioativas específicas, pequenas e de diferentes formas são usadas por meio de guias denominadas cateteres ou sondas.

Ler matéria completa