Bauru e grande região

Política

Cel. Tadeu promete mediar pedido de UTIs a Bauru

Deputado afirma que irá acompanhar Suéllen em reunião no dia 26 no Ministério da Saúde

por Marcele Tonelli

19/01/2021 - 05h00

Malavolta Jr.

Coronel Tadeu (PSL) esteve em Bauru e região na última semana

Em visita a Bauru, o deputado federal Coronel Tadeu (PSL) disse que intercederá pela cidade junto ao Ministério da Saúde para tentar aumentar o número de leitos públicos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19. Em reunião com a prefeita Suéllen Rosim (Patriota) na última sexta-feira (15), ele, inclusive, prometeu acompanhar a chefe do Executivo municipal em uma reunião oficial, no Ministério, programada para 26 de janeiro. O parlamentar informou que tentará agenda também com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

"Tenho uma ótima relação com o Ministério e acho que ela (prefeita Suéllen Rosim) precisa de apoio. Com certeza, conseguiremos ampliar os leitos em Bauru", afirma Coronel Tadeu. "Passada a eleição, é hora de ajudar", completa o parlamentar, citando ter participado da destinação de quase R$ 20 milhões em recursos federais para outros hospitais do Estado, no ano passado.

Em Bauru, o deputado visitou ainda o Comando de Policiamento do Interior (CPI-4) e também a associação da categoria.

BOTUCATU

Na quinta-feira (14), o coronel esteve em Botucatu e prometeu levar também ao Ministério da Saúde solicitação de aumento dos recursos federais repassados ao Hospital das Clínicas da Unesp de Botucatu, que viria enfrentando déficit de quase R$ 1 milhão por mês em relação aos atendimentos via Sistema Único de Saúde (SUS).

"Eu estive lá e conheci as dificuldades. Hoje, eles atendem mais do que recebem e é preciso equilibrar as contas. Precisamos fazer essa correção junto ao Ministério, apresentar os números. O déficit anual está em quase R$ 12 milhões", cita Coronel Tadeu.

O parlamentar também diz que solicitará repasse de aproximadamente R$ 1 milhão para que o HC termine o prédio do ambulatório, além de uma nova máquina e sala para a radioterapia.

"O setor de radioterapia tem 18 anos e está obsoleto. Eles realizam 100 tratamentos por dia, quase 3 mil por mês. É preciso modernizar, melhorar", detalha o deputado.

Outra pauta que ele também prometeu levar para o governo federal é a de ampliação do parque industrial de Botucatu, que possui projeto orçado em cerca de R$ 4 milhões.

 

Ler matéria completa