Bauru e grande região

Política

Prefeitura de Bauru arrecada mais em 2021 com parcela única do IPTU

Arrecadação foi cerca de 20% maior do que em 2020 com parcela que deu descontos de 5% e 10%, paga até o dia 15

por Tânia Morbi

01/05/2021 - 05h00

Carnês já foram emitidos aos contribuintes bauruenses

A Prefeitura de Bauru arrecadou cerca de 20% a mais este ano no pagamento à vista do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em comparação com 2020. Foram R$ 63,8 milhões em 2021 contra R$ 50,5 milhões arrecadados no mesmo período de 2020.

O aumento ocorreu entre os contribuintes que optaram por pagar o imposto em parcela única, à vista, com desconto de 10% ou 5%, até o dia 15 de abril. A diferença no desconto varia entre aqueles que optaram por gerar o boleto online ou aguardaram o envio pela prefeitura.

Historicamente, no primeiro mês de vencimento, a prefeitura já registra cerca de 50% do total previsto da arrecadação total do IPTU, devido aos descontos oferecidos.

Por isso mesmo, a arrecadação superior é vista com ceticismo pela administração municipal, que pondera como principal explicação o fato de que o desconto de 10% tenha sido mais atrativo do que aplicar o dinheiro no mercado financeiro.

Essa postura do contribuinte é vista com cautela, segundo o secretário de Finanças, Everton Basílio, pois pode representar apenas um adiantamento do que será pago ao longo do ano, nas demais formas de pagamento. "Se aumentou agora, pode diminuir no parcelamento do pagamento integral, por exemplo", avaliou.

Para Everton, a administração não pode perder de vista o objetivo de atingir o valor total previsto de arrecadação do IPTU, que é de R$ 118,2 milhões em 2021. "Temos que avaliar mês a mês. Nossa arrecadação foi boa, mas faltam R$ 50 milhões. O que aumentou foi só o pagamento à vista", ponderou.

O secretário afirma que apenas o resultado da arrecadação do segundo quadrimestre do ano pode mudar o planejamento, inclusive sobre possíveis investimentos. "Não sabemos o que está por vir. Antes de pensar em investimentos, temos que priorizar recursos da Saúde".

Além do pagamento à vista com desconto, o imposto pode ainda ser parcelado em quatro ou nove vezes, pelo contribuinte que já pagou a primeira parcela em 15 de abril. Quem escolheu pagar à vista, sem desconto, e tinha até 17 de maio, ganhou mais tempo, até o dia 17 de maio.

O IPTU deste ano teve aumento de 4,31%, com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), acumulado no período de dezembro de 2019 e novembro de 2020.

Ler matéria completa