Bauru

Política

Vereadores reivindicam triagem para Covid e Saúde vai instalar a Central na Bela Vista

Anúncio foi feito após reunião com vereadores na quinta-feira (3); objetivo é começar já na segunda-feira (7)

por Tânia Morbi

05/06/2021 - 05h00

Divulgação

Reunião entre Orlando Costa Dias, Júnior Lokadora, Eduardo Borgo e Cel. Meira, quinta-feira

Após ouvir os vereadores Eduardo Borgo (PSL), Coronel Meira (PSL) e Júnior Lokadora PP), na quinta-feira, (3), que pediram a instalação de um novo Centro de Triagem Covid-19 em Bauru, o secretário de Saúde, Orlando Costa Dias, afirmou que uma realocação de servidores terá que ser feita, mas que é de 95% a chance de que o novo serviço funcione na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Bela Vista já a partir da próxima semana.

Os vereadores relataram que atualmente não há uma separação das pessoas suspeitas de estarem com a Covid-19 e os demais pacientes nas unidades de saúde. "O correto seria as pessoas com sintomas leves irem para as Unidades Básicas de Saúde ou unidades sentinelas (atualmente os postos de saúde na Vila Falcão, Geisel e Mary Dota) para fazerem a testagem. Mas está todo mundo indo para as UPAs, que lotam de gente. Como o atendimento prioritário é urgência e emergência, as pessoas ficam três, quatro horas esperando. A ideia é voltar com o Centro de Triagem para todos irem no mesmo lugar, onde a pessoa faça a consulta e teste rápido e saia medicada ou encaminhada", explica Borgo.

Na reunião com o secretário, também foi questionada a falta de padronização nos locais de atendimento. "As pessoas estão desorientadas, sem saber que unidade procurar. Se é dia de semana, vai para UBS, se é feriado vai para UPA, mas tem UBS que só atende com senha e se não conseguir, volta para UPA ou para o PAC. Enfim, hoje o cidadão não sabe para onde ele vai", afirma Borgo.

O secretário de Saúde lembra que as três unidades sentinelas já funcionam como centrais de triagem, mas que seu horário de funcionamento - segunda a sexta-feira, em horário comercial - é insuficiente para aliviar a demanda das UPAs. "A proposta é fazer um ponto onde a pessoa com sintoma de Covid seja atendida 24 horas. Na UBS do Bela Vista, para os casos mais graves, têm ao lado uma UPA. A princípio, pensamos em um ginásio ou algo assim, mas na UBS Bela Vista já temos a estrutura necessária", afirmou Orlando.

As unidades sentinelas manterão a testagem, mas o secretário pretende ampliar a abertura aos sábados e feriados, e assim aliviar o movimento nas UPAs, uma vez que, segundo ele, cerca de 80% da procura por pronto-atendimento é de pacientes com sintomas de Covid. A alocação de mão de obra para o novo funcionamento é que vai garantir se o atendimento será iniciado já na próxima segunda, disse o secretário.

FALTA DE MÉDICOS

Outro assunto abordado na reunião entre os vereadores e o secretário foi a falta de médicos nos plantões das UPAS, gerenciadas pela Fundação Estatal Regional de Saúde da região de Bauru (FERSB), que tem prejudicado o atendimento dos pacientes, sobrecarregando os plantões, na opinião dos vereadores.

De acordo com a Secretaria de Saúde, nesta sexta-feira (4) faltaram médicos na UPA Geisel/Redentor, sendo que dois médicos trabalharam no período da manhã e apenas um no período da tarde. Como o movimento foi grande na enfermaria, emergência, testes de Covid, o atendimento de rotina ficou muito prejudicado, afirmou em nota a secretaria.

Orlando Dias afirmou que deve fazer uma reunião com os médicos para tentar encontrar uma saída para o problema, além de voltar a falar com direção da Fersb. "Desde o começo do ano vem acontecendo falhas. Vamos ter que tomar alguma atitude. Com certeza vou apresentar uma solução em breve", afirmou.

Ler matéria completa