Bauru

Política

Sincomércio, Acib e CDL apresentam a dois deputados demandas de saúde, imposto e cerrado

Entidades receberam os deputados estadual Ricardo Mellão e federal Vinícius Poit nesta sexta-feira, ao lado de vereador

por Tânia Morbi

03/07/2021 - 05h00

Malavolta Jr.

Coletiva com os deputados Ricardo Mellão (estadual) e Vinícius Poit (federal). Ao centro, o vereador Eduardo Borgo (PSL)

O Sincomércio, a Acib e a CDL apresentaram uma pauta de reivindicações ao deputado estadual Ricardo Mellão e deputado federal Vinícius Poit, ambos do Novo, nesta sexta-feira (2), durante visita dos parlamentares a Bauru. As reivindicações das entidades foram pelo empenho dos parlamentares para revogação do Artigo 22 da Lei Estadual que permitiu o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), pelo Governo do Estado; atuação pelo aprovação do PL que altera a Lei do Cerrado na Assembleia Legislativa, permitindo a expansão da área urbana de Bauru com a compensação de áreas de preservação do cerrado, e duas ligadas à Saúde: abertura definitiva do Hospital das Clínicas e a implantação do Hospital de Campanha das Forças Armadas em caráter emergencial.

Durante parte da visita, os deputados estiveram acompanhados da prefeita Suéllen Rosim (Patriota), da secretária de Saúde de Pederneiras, Paula Gomes da Silva, e do vereador Eduardo Borgo (PSL). Segundo o Sincomércio, para todos os temas os deputados garantiram que Bauru terá o apoio de ambos os deputados, encaminhando os assuntos aos Executivos Estadual e Federal.

Segundo Mellão, o PL que propõe a revogação do aumento da alíquota do ICMS (Projeto de Lei 82/2021) já conta com 44 assinaturas das 48 necessárias. Sua atuação, segundo ele, é baseada na possibilidade de unir forças, uma vez que a revogação do Artigo 22 da Lei Estadual 17.293/20, que permite o aumento do imposto, une deputados de partidos como PT, PCdoB, Psol, PSL, Novo e PSB.

HC BAURU

Ricardo Mellão ressaltou a importância do serviço, já que o Hospital das Clínicas poderia atender os 68 municípios da região. "Isso é um assunto estarrecedor, um absurdo que precisa ser resolvido, não é possível que há tantos anos uma estrutura como esta não seja aproveitada. A ideia é entender melhor e sair daqui em busca de uma solução, junto ao Governo do Estado e, se for necessário, com o Governo Federal", disse Ricardo Mellão. 

O deputado federal Vinícius Poit afirmou que faria contato ainda nesta sexta-feira ( 2) com o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn. "Vamos perguntar para ele como a gente pode solucionar a questão do HC. Essa é a nossa maior missão e vamos empenhar nossos esforços". Como coordenador da bancada paulista na Câmara Federal, garantiu que já faria contato com secretários de Estado, ontem mesmo. "Serão 70 deputados federais e três senadores perguntando sobre o HC".

O presidente do Sincomércio, Wallace Sampaio, destacou os mitos criados e derrubados relacionados à abertura do hospital, e os que restam - a necessidade do Estado de criar uma autarquia e a falta de previsão de recurso para este ano. "O governador pode abrir este hospital amanhã, se ele quiser", afirmou.

HOSPITAL DE CAMPANHA

O vereador Borgo pediu ajuda dos parlamentares também para implantação do hospital de campanha das Forças Armadas na cidade. Borgo e o vereador Coronel Meira (PSL) entraram com Ação Popular pedindo à Justiça a emergência na implantação do serviço.

Deputado vai estudar emendar de R$ 1 milhão para Wise Madness

Malavolta Jr.

Os deputados conheceram a entidade, ao lado de Ana Cristina Sales, da Sebes. Anderson Ricardo e Marcus Vinícius fizeram a apresentação

Os deputados estadual Ricardo Mellão (Novo) e federal Vinícius Poit (Novo) conheceram o trabalho realizado pela entidade Wise Madness, ou Sábia Loucura, que oferece arte, educação, cultura, música e dança para adolescentes e jovens carentes de recursos de Bauru e região.

A entidade tem inscrição para atender até 250 crianças, mas está com espaço limitado, por isso planeja construir uma nova sede no bairro Nova Esperança, que contaria com quadras poliesportivas, entre outros atrativos. O projeto está previsto em R$ 1 milhão.

"Nos mostraram o trabalho que realizam, que é extremamente importante e relevante. Nos pediram ajuda para arrecadar fundos, que pode ser por meio de emendas impositivas que podemos destinar. Então, eles vão nos apresentar o projeto para podermos fazer a indicação. O trabalho é muito bom, conceituado e importante para Bauru", afirmou.

Ler matéria completa