Bauru

Política

Assembleia Legislativa de São Paulo recebe mais de mil sugestões da população para Orçamento de 2022

Foram 26 audiências públicas da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento

14/10/2021 - 05h00

A Assembleia Legislativa de São Paulo percorreu 8.000 quilômetros pelo Estado - distância equivalente a ida e volta do Oiapoque ao Chuí - em 26 audiências públicas da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento para ouvir a população sobre demandas ao Orçamento estadual do próximo ano. Até agora, mais de mil sugestões foram enviadas ao Legislativo paulista. E nesta quinta-feira (14), a partir das 14h, a comissão realizará o último encontro na sede do Parlamento para obter as demandas da população.

Ao todo, as 16 regiões administrativas foram representadas nas reuniões realizadas nos municípios de Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Campinas, Cubatão, Euclides da Cunha, Franca, Francisco Morato, Itapecerica da Serra, Itapeva, Mococa, Ribeirão Preto, Mogi das Cruzes, Tatuí, Osasco, Ourinhos, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Santos, São Bernardo do Campo, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. Quase 500 pessoas se cadastraram pelo site da Alesp para participarem dessas audiências de forma remota, pela plataforma Zoom. Foi a primeira vez que o Parlamento usou a tecnologia de reunião virtual, em razão dos impedimentos causados pela pandemia da Covid-19. Nas cidades, os encontros puderam ser realizados de forma híbrida, respeitando as regras sanitárias locais.

Só pelas demandas cadastradas pelo site, 46% foram direcionadas à saúde. Para o parlamentar, além dessa área, a infraestrutura ligada ao transporte e a mobilidade foi uma das demandas mais apresentadas. "O pleito é geral em quase todas as regiões do interior", disse. "Eu acho que o governo deveria dar uma atenção muito especial a esse setor", pontuou.

Juntas, as áreas de educação, segurança, transporte, meio ambiente e cultura correspondem a 27,5% das sugestões enviadas pelo site. Já as demandas locais e enviadas pelo WhatsApp serão incluídas no relatório final.

Ler matéria completa

×