Bauru

Política

PSDB realiza prévias para escolha de candidato neste domingo

Voto dos militantes será por meio de aplicativo e as inscrições terminaram no dia 15; três pré-candidatos concorrem

20/11/2021 - 09h55

Divulgação

Marcelo Graziani preside o PSDB de Bauru interinamente

O PSDB de Bauru está mobilizado para votar nas prévias presidenciais do partido que acontecem neste domingo. A informação é do presidente interino do partido em Bauru, Marcelo Graziani. O partido não fechou questão em Bauru. São três os pré-candidatos do PSDB à disputa da Presidência da República em 2022: João Doria, governador de São Paulo; Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul; e Arthur Virgílio Neto, ex-prefeito de Manaus (AM).

Entre os filiados, o prazo para inscrição no aplicativo das prévias venceu no último dia 15 de novembro. Entre os tucanos do Estado de São Paulo, foram credenciados 26.217 militantes paulistas para votar. O número representa 62% do total de credenciados, apesar de o Estado de São Paulo possuir 23,7% dos filiados em todo o Brasil. Somente no último dia de credenciamento, na segunda-feira passada, dos 3.800 cadastros realizados em todo o Brasil, 3.120 eram de tucanos de São Paulo.

Caso ninguém consiga a maioria, haverá um segundo turno no dia 28 deste mês com os dois mais bem colocados nas prévias.

Grupos de votantes

Há quatro grupos votantes. Um é o de 39.737 filiados, que podem votar por meio de um aplicativo. O prazo para se inscrever para votar pelo aplicativo terminou no último dia 15.

O segundo é o de 491 prefeitos e 396 vice-prefeitos, que podem votar tanto pelo aplicativo como por uma urna eletrônica que estará instalada em Brasília, em um centro de convenções.

O terceiro grupo é formado por 3.949 vereadores e 72 deputados estaduais. O primeiro subgrupo (vereadores) pode votar apenas pelo aplicativo, enquanto o outro (deputados estaduais) tem também a opção da urna em Brasília.

E há também um quatro grupo, de políticos que podem votar pelos dois formatos disponíveis. Alguns deles são os próprios governadores e vice do partido, além de senadores, deputados federais e ex-presidentes da executiva nacional.

Corrida

Às vésperas das prévias presidenciais, os governadores João Doria e Eduardo Leite intensificaram suas estratégias de buscar votos por meio de disparos de mensagens e costuras com tucanos da ala histórica.

A disputa está aberta entre Doria e Leite, com cada equipe apostando em sua vitória. O ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto também participa, mas sem chances de vencer, segundo os tucanos.

Enquanto Doria obteve declaração de apoio do senador José Serra e do ex-governador Marconi Perillo, na quarta-feira (17. Em Bauru, tucanos como o secretário executivo de Desenvolvimento Regional, Rubens Cury; o próprio Marcelo Graziani, o vereador Markinho Souza (presidente da Câmara), ex-prefeito Clodoaldo Gazzetta, Arildo Lima Junior, Thaís Viotto, Dra. Nilzete, Carlos Ladeira, Silvia Borges, João Cabral, entre outros, votarão em João Doria. O ex-governador Geraldo Alckmin faz pedidos de votos a Leite, assim como faz seu aliado Pedro Tobias

Com o cadastro de tucanos no aplicativo de votação fechado desde segunda-feira (15), as duas campanhas também ampliaram o contato com filiados por meio de ligações e mensagens.

Acumulando vantagem entre os filiados sem mandato, que representam 25% da pontuação final, Doria intensificou as pesquisas, telefonemas e disparos de mensagens a tucanos em todo o país.

Ler matéria completa

×